Reforma Política

Plebiscito Popular por uma Constituinte exclusiva e soberana do Sistema Político brasileiro!

Canal DCE

Veja os vídeos do DCE no youtube

Reforma Política

Plebiscito Popular por uma Constituinte exclusiva e soberana do Sistema Político brasileiro!

Canal DCE

Veja os vídeos do DCE no youtube

Reforma Política

Plebiscito Popular por uma Constituinte exclusiva e soberana do Sistema Político brasileiro!

'

Canal DCE

Veja os vídeos do DCE no youtube

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Com unidade, DCE da UFRN aprova instalação de Fórum e promoverá consulta sobre a Mobilidade Urbana

Em reunião realizada nesta última terça (30), na sede do Diretório Central dos Estudantes José Silton Pinheiro, a direção da entidade abriu o seu segundo semestre debatendo os problemas de mobilidade urbana de Natal e a repercussão das mobilizações que aconteceram na cidade e em todo o país nesses últimos dois meses.

Foi ponto pacífico, dentre os presentes, de que os membros do DCE e as lideranças estudantis de Centros Acadêmicos e Diretórios Acadêmicos da universidade foram fundamentais na capacidade de articulação do movimento. Para Adler Barros, Coordenador de Movimentos Sociais, "chegou o momento de construir uma articulação entre essas lideranças e o capital político do DCE para que a entidade possa articular diversos segmentos para que se encontre saídas esperadas pela sociedade para a questão do transporte público".

A entidade aprovou, por unanimidade, as seguintes propostas: I - criação de um fórum com diversas entidades para contribuir com as propostas para o processo de debate sobre a mobilidade e convidar uma comissão de professores da universidade que desenvolvem estudos sobre o tema; II - promover uma Audiência Pública na UFRN sobre a licitação do transporte público; III - produzir e distribuir jornal especial do DCE com estudos sobre temas centrais relacionados à mobilidade urbana; IV - realização de Assembleia Geral dos Estudantes para convocação de consulta à universidade sobre os temas centrais da mobilidade urbana e V - consulta aos estudantes da UFRN, através do voto, para consolidar a opinião do DCE em relação à mobilidade urbana.

Segundo a Coordenadora de Mulheres, Géssica Régis, "Dada a conjuntura de amplas mobilizações, onde o caos que se encontra o sistema de transportes nas grandes cidades foi o estopim, é fundamental que o DCE se posicione e discuta a mobilidade urbana e questões fundamentais para o próximo período". Para Géssica, "o passo dado hoje é primordial para acumulo e mobilização de todos\as estudantes da UFRN, e virão mais dias de lutas".

A aprovação das propostas e os encaminhamentos dados representam um marco na vida política da entidade. Para o Coordenador de Imprensa, Ramon Alves, "o DCE vai seguir com unidade e com a sua pluralidade para elevar a qualidade da discussão e fazer com que a universidade e a sociedade produzam uma saída para a crise que está instalada. Nesse sentido, reforçará sua democracia instalando os mais representativos métodos de consulta aos estudantes para definir sua posição e isso é muito simbólico".

Estudantes do IFRN elegem nova gestão do DCE e Aline Oliveira é a nova presidente

A Comissão Eleitoral do Diretório Central dos Estudantes (DCE) do IFRN divulgou nesta terça-feira (30), o resultado final das eleições para o DCE Luiz Maranhão Filho. A chapa 1 “UFC (União, Força e Compromisso) venceu com 118 votos. Em segundo lugar ficou a chapa 2 intitulada “Com o IFRN”, que alcançou 113 votos, uma diferença de cinco votos. 12 pessoas votarem nulo. A eleição foi realizada nesta segunda-feira (29), através do sistema Suap.

De acordo com art. 47º do regulamento das eleição do DCE, o art. 47º - Será considerada eleita a CHAPA que obtiver maioria simples de votos. E foi o que aconteceu. Com cinco votos de diferença, a Chapa UFC foi escolhida para representar os estudantes dos cursos superiores durante um ano (período 2013.1 e 2013.2). Durante a votação, o aluno Wellington Muniz foi escolhido como Diretor de câmpus. A posse de todos os membros da Chapa 1, deve ocorrer no dia 7 de agosto, em local e horário a definir.

Confira a lista do integrantes da nova gestão da entidade:


Nome: Aline Oliveira Fernandes de Lima

Curso: Licenciatura em Física

Cargo: Presidente



Nome: Eduardo Francisco Souza das Chagas

Curso: Licenciatura em Física

Cargo: Vice-presidente


Nome:Maria Piedade Soares Nascimento

Curso: Licenciatura em Física

Cargo: Secretário-Geral


Nome:Rosângela da Silva Ribeiro Lima

Curso: Licenciatura em Geografia

Cargo: Diretor de Organização


Nome: Fátima Izabela Dantas Tavares

Curso: Licenciatura em Física

Cargo: Diretor de Administração


Nome: Wildegundes Pereira Cortez

Curso: Licenciatura em Matemática

Cargo: Diretor de Finanças


Nome: Renata da Silva Oliveira

Curso: Licenciatura em Matemática

Cargo: Diretor de Finanças para Campi


Nome: Evenny Joseppy Bezerra de Oliveira

Curso:Licenciatura em Geografia

Cargo:Diretor de Imprensa e Divulgação


Nome:Cynara Soares dos Santos

Curso:Tecnologia em Gestão Ambiental

Cargo:Diretor de Pesquisa e Extensão


Nome:Jucélia Silva de Lima

Curso:Licenciatura em Matemática

Cargo:Diretor de Assuntos Acadêmicos e Institucionais


Nome:Gilmery Vicente da Silva

Curso:Licenciatura em Física

Cargo:Diretor de Pós-Graduação e Educação à Distância


Nome:Cícero Elias dos Santos Júnior

Curso:Licenciatura em Física

Cargo:Diretor de Projetos


Nome:Milena Marques Araújo dos Santos

Curso:Licenciatura em Espanhol

Cargo:Diretor de Eventos Sociais


Nome:Maria dos Prazeres Faustino Ribeiro

Curso:Licenciatura em Espanhol

Cargo:Diretor de Esporte e Lazer


Nome:Thiago Freitas de Almeida

Curso:Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Cargo:Diretor de Cultura


Nome:Veriano André da Cruz

Curso:Licenciatura em Matemática

Cargo:Diretor de Formação Política


Nome:Jesaias da Silva Sá

Curso:Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Cargo:Diretor de Integração dos Campi

terça-feira, 30 de julho de 2013

UFRN: Elias Jabbour lançará livro sobre a China em Natal na próxima quarta

Existe realmente o que ficou conhecido como “socialismo de mercado”? Há quantas anda o processo de desenvolvimento na China? O que seria o socialismo neste início de século XXI e como se conformaria essa transição numa formação social muito particular? Quais as principais referências teóricas a serem consideradas nesta discussão?

Livro é fruto de 15 anos de pesquisas

As respostas a estas e outras questões são o objeto central das 467 páginas do novo livro de Elias Jabbour sobre a grande potência que se levanta na Ásia. É fruto de mais de 15 anos de estudos, três viagens à China, dois livros anteriores e mais de uma centena de artigos. O livro apresenta outras abordagens, que vão desde a questão agrária e ambiental até problemas regionais, passando pela industrialização do país e sua política de ciência e tecnologia.

Apresentado pelo filósofo italiano Domenico Losurdo e pelo professor da USP, Armen Mamigonian, o livro foi editado em conjunto pela Editora Anita Garibaldi e Editora da Universidade Estadual da Paraíba e será lançado na próxima quarta-feira (7) no Auditório da BCZM (Biblioteca Central Zila Mamede), a partir 19 horas.

Para Édson Moisés, mestrando em Estudo da Linguagem pela UFRN e um dos organizadores do evento, o livro "China Hoje: Projeto Nacional, Desenvolvimento e Socialismo de Mercado" é uma "obra madura e criteriosa sobre as especificidades de uma nação que, por muitas vezes, foi vítima de falácias e escorregões analíticos". Segundo ele, "a análise empreendida por Elias Jabbour consegue dar vigor ao olhar atento e otimista da China frente a contemporaneidade, utilizando-se de um método empírico consistente, referências precisas, além de notável didatismo na linguagem".

O evento é aberto ao público e os participantes que se inscreverem pelo SIGAA terão direito a certificado. Acesse clicando aqui.

[Cultura] Velha Guarda da Portela chega a Natal para aniversário da TV Universitária

Na próxima quarta-feira, dia 31 de julho, a partir das 19h, acontece no Teatro Riachuelo a festa de encerramento das comemorações dos 40 anos da TV Universitária (TVU) .

O evento, promovido com o patrocínio da Unimed Natal e da Prefeitura do Natal, por meio da Lei Djalma Maranhão, tem como objetivo celebrar, com o público da cidade e também com aqueles que fizeram a história da emissora, as conquistas alcançadas pela TVU nos últimos 40 anos de história.

A TVU é uma concessão pública gerenciada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e integra a TV Brasil. A emissora, que tem um firme compromisso com a valorização da cultura e da classe artística potiguar, leva ao ar sua programação diariamente pelo Canal 5 (sinal aberto) e pelo Canal 17 (sinal fechado).

O evento é gratuito e terá as apresentações do Candeeiro Jazz, do Quarteto Linha (com a participação especial de Liz Nôga) e da Velha Guarda da Portela (com a participação especial de Valéria Oliveira).

Candeeiro Jazz
O Candeeiro Jazz, que surgiu em 2002, é formado pelos renomados músicos potiguares Jubileu Filho na guitarra, Zé Hilton na sanfona e Sérgio Groove no baixo. Com arranjos e interpretações bem particulares, o Candeeiro Jazz apresenta um repertório variado – fruto das referências dos três artistas – que inclui baião, xote, toada, funk, choro, samba, entre outros gêneros, com espaço para improvisações e grooves.
Quarteto Linha
Vencedor do 3º lugar na última Exposamba – evento considerado referência na área do samba – com a música "Eu Tô Naquela". O grupo - formado por Ayrton Neto (voz e percussão), Alex Amorim (voz e percussão), Stenio Medeiros (voz e violão) e João Henrique (voz e cavaquinho) – terá como convidado especial o potiguar Liz Nôga.
Velha Guarda da Portela
Com uma história marcada pelo pioneirismo no mundo do samba, a Velha Guarda da Portela acaba de completar 40 anos. Considerada um dos pilares da cultura do samba da mais pura linhagem, é responsável por um precioso roteiro de músicas dos compositores e por impulsionar o renascimento das Velhas Guardas das outras escolas. “Estamos velhos, mas ainda não morremos”, canta o Hino da Velha Guarda. Segundo o compositor Monarco, para ingressar na Velha Guarda é preciso "ter passado" e a escolha de novos componentes segue a tradição até hoje.
Para a festa dos 40 Anos da TVU, estão confirmadas as presenças de Monarco, Serginho Procópio, atual presidente da Portela, David do Pandeiro, Guaracy 7 Cordas, Marquinhos do Pandeiro, Dinho, Timbira e as Pastoras Tia Surica, Áurea Maria e Neyde Santana.

Dos ingressos destinados ao público em geral, 100 (cem) ingressos serão distribuídos antecipadamente na COMUNICA, no Campus da UFRN, a partir das 9h, da terça-feira, dia 30. Os 593 (quinhentos e noventa e três) ingressos restantes dessa quota serão distribuídos na entrada do Teatro Riachuelo, no dia do show, a partir das 18h.

A produção esclarece que todos os ingressos terão validade até às 20h. A partir desse horário, o público da lista de espera – que será aberta após a distribuição de todos os ingressos – terá acesso ao Teatro Riachuelo até se esgotarem os lugares disponíveis.
Distribuição dos Ingressos
693 ingressos a serem distribuídos ao público em geral;
141 ingressos sociais (escolas públicas, escolas de samba e projetos sociais);
141 ingressos destinados à Prefeitura do Natal;
141 ingressos destinados ao patrocinador;
250 ingressos destinados à UFRN;
84 ingressos cativos do Teatro Riachuelo; e
50 ingressos destinados ao proponente e à imprensa (incluindo os artistas).
Fonte: UFRN.br

segunda-feira, 29 de julho de 2013

DCE dá as boas vindas aos novos estudantes da UFRN

Hoje, 29, aconteceu a recepção dos novos alunos da UFRN, marcando o início do calendário acadêmico 2013.2. 

A programação da recepção começa com a exibição de um vídeo sobre a Universidade, seguida de palestras sobre a utilização do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA), sobre a Segurança no Campus e sobre a Comissão Permanente de Apoio aos Estudantes com Necessidades Educacionais Especiais (CAENE).


O momento contou com as saudações da reitora Ângela Maria Paiva, o pró-reitor de graduação Alexandre Lara Menezes e a pró-reitora de Assuntos Estudantis Janeusa Trindade entre outros.


O DCE/UFRN marcou presença e também deu as boas vindas aos novos estudantes por meio de sua coordenadora geral Danyelle Guedes e alguns bolsistas.

A programação ainda incluiu uma apresentação cultural, sorteio de brindes e lanche.

domingo, 28 de julho de 2013

Coordenação do DCE debaterá Mobilidade Urbana nesta terça

As mobilizações dos últimos meses e a luta por uma mobilidade urbana que atenda às necessidades sociais e não do capital será objeto de debate do DCE na próxima terça, 30, às 17 horas. Será a primeira reunião dos coordenadores da entidade desde o início do recesso e será aberta a qualquer estudante que quiser apresentar suas opiniões e contribuições.

O Diretório Central dos Estudantes José Silton Pinheiro tem sido um dos principais atores no processo de mobilizações sociais, contribuindo nas plenárias e nas lutas que visam a construção de um sistema de mobilidade urbana mais humano e sustentável. A partir do reajuste da tarifa, a entidade pautou encaminhamentos e sugestões em seus fóruns internos e pretende apresentar uma perspectiva de envolvimento ainda maior dos estudantes acerca dos desafios que o transporte público possui em Natal e na região metropolitana.

Na opinião da Coordenadora Geral do DCE, Daniella Araújo, a reunião "será um momento importante em que a entidade vai refletir em torno de encaminhamentos e ações para que o sentimento colocado pelas lutas na cidade desencadeiem avanços e conquistas, aproveitando-se, inclusive, do conhecimento e da produção da universidade para que contribuam nesse processo", afirmou.

A reunião será no setor I, no auditório da entidade.

terça-feira, 16 de julho de 2013

Estudante de Rádio e TV vence a I Mostra Polytheama, na Semana do Audiovisual Natal/RN

A segunda edição da Semana do Audiovisual Natal/RN 2013, que aconteceu no Solar Bela Vista de 10 a 14 de julho, premiou na última noite de domingo, na I Mostra Polytheama o curta-metragem de gênero experimental “Azul”, de Felipe Américo. Quatro jurados (entre eles Lisabete Coradini, professora e pesquisadora na área de Antropologia Visual, na UFRN) decidiram os vencedores nas três categorias de ficção, documentário e experimental. No todo, foram exibidos 12 filmes, 4 de cada categoria.

O diretor, roteirista e editor de “Azul”, é estudante de Rádio e TV na Universidade Federal do Rio Grande do Norte. “Fiz em apenas uma noite. Tive a ideia, e fiz”, comentou Felipe, quando foi no palco buscar o seu prêmio no valor de mil reais. Mais tarde, nas redes sociais, comentou que só podia agradecer a “deus, a minha câmera, ao meu blues e minhas frustações”.

Na categoria de filme experimental, outros três filmes concorreram ao prêmio (“CO²”, de Romulo Sckaff; “Benção”, de Taiane Cristina e “Chão de Fé”, de Cássio Hazin), sendo este um valor simbólico, diante das dificuldades de produzir cinema no estado, é um incentivo a criatividade e força de vontade aos nossos produtores e realizadores.

“Azul”, substância que ao ser ingerida provoca um estranho ímpeto no desejo latente do suicídio. O curta é uma profusão de imagens que se fundem, explodem na tela como bombas atômicas. É talvez o melhor estilo do curta de Felipe, fundir cores na mesma sintonia que as compõem. O estudante é um exemplo de que produzir cinema envolve a competência de superar as dificuldades, buscando ferramentas que possibilitem encontrar na simples concepção de uma ideia, um grande discurso audiovisual. 

O curta “Azul” e os demais vencedores serão exibidos na TV Cultura em um horário selecionado da emissora.

Por Wendell Marcel

quarta-feira, 10 de julho de 2013

UFRN sedia o XXVII Simpósio Nacional da ANPUH - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE HISTÓRIA

Entre os dias 22 e 26 de julho a UFRN será sede do XXVII Simpósio Nacional da ANPUH, que tem como tema "Conhecimento Histórico e Diálogo Social". O evento é realizado a cada dois anos, sendo o mais importante e maior encontro de Historiadores do Brasil e da América Latina.

O evento sempre conta com um público expressivo, que compreende desde estudantes de graduação, profissionais em História e estudantes de pós-graduação. Para o encontro que será realizado em Natal, estima-se um público em torno de 8.000 participantes. Durante os 5 dias do Simpósio serão realizadas 08 conferências, 09 diálogos contemporâneos (mesas-redondas sobre temas candentes e atuais para a categoria), 141 simpósios temáticos e 70 minicursos. Tal programação tem objetivo de apresentar para a comunidade científica as pesquisas desenvolvidas em História e Historiografia, como também os resultados obtidos a partir das investigações.



A organização do evento também está trazendo um diferencial na produção dos materiais do evento, tendo como marca a sustentabilidade. Todas as bolsas que serão distribuídas para os encontristas estão sendo confeccionadas a partir de banners que estão sendo doados. Os blocos de anotações também foram produzidos com folhas de papel rascunho. 

Para mais informações sobre o evento acesse o link: http://www.snh2013.anpuh.org/site/capa