Reforma Política

Plebiscito Popular por uma Constituinte exclusiva e soberana do Sistema Político brasileiro!

Canal DCE

Veja os vídeos do DCE no youtube

Reforma Política

Plebiscito Popular por uma Constituinte exclusiva e soberana do Sistema Político brasileiro!

Canal DCE

Veja os vídeos do DCE no youtube

Reforma Política

Plebiscito Popular por uma Constituinte exclusiva e soberana do Sistema Político brasileiro!

'

Canal DCE

Veja os vídeos do DCE no youtube

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Biblioteca Central promove Semana do Perdão até sábado, 1º de junho

No período de 27 de maio a 1º de junho será instituída a “Semana do Perdão” da Biblioteca Central Zila Mamede (BCZM) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A campanha atinge além da BCZM, todas a bibliotecas setoriais que compõem o Sistema de Bibliotecas (SISBI) da UFRN. 

A Semana compõe o calendário de comemorações alusivas ao 54º aniversário da BCZM. Os usuários inadimplentes com as Bibliotecas do SISBI deverão devolver os livros nas mesmas bibliotecas originárias dos empréstimos. Os que perderam ou extraviaram esses livros deverão repor o material perdido/extraviado por outro do mesmo título e edição, ou mais atualizado.

Caso o usuário não encontre idêntico material para substituir, deverá entrar em contato com um professor da disciplina ou coordenador de curso e solicitar declaração sugerindo um título de conteúdo similar.

Segundo a diretora Ana Cristina Cavalcanti Tinôco, quem estiver em débito com a BCZM deverá comparecer pessoalmente à Biblioteca nesse período e quitar suas pendências, ou seja, devolver os objetos tomados sob a forma de empréstimo, sem nenhum ônus.  Com essa campanha, fica suspenso o cumprimento das penalidades previstas na resolução nº 28/2010 CONSAD,  que tratam dos livros com empréstimos em atraso.

“A anistia aos usuários em débito com a BCZM tem uma função duplamente educativa”, frisou Ana Cristina. Tanto o usuário é liberado da penalidade financeira quanto pode retomar o acesso à informação fornecida pela Biblioteca.


Fonte: UFRN.br

sábado, 25 de maio de 2013

Grupo Cruor realiza encenação no CCHLA em parceria com o Coletivo Benke

Os estudantes do grupo Cruor Arte Contemporânea realizaram hoje uma encenação nas proximidades do CCHLA, na Universidade Federal do RN. A apresentação "Água", baseada nas obras de Frida Kahlo e Almodóvar, chamou a atenção dos estudantes apesar da chuva que caía.

A apresentação integra a programação do evento promovido pelo Coletivo Benke, do curso de Psicologia, denominado "No Limiar da Loucura". As atividades duraram dois dias e se encerraram hoje complementado por uma interação entre os participantes, o "Mostre Sua Loucura", onde houve o convite, segundo a divulgação do evento, "para expressão da loucura e da intervenção criativa livre".

Quem quiser conhecer mais sobre o Coletivo Benke, pode acessar a página do grupo no facebook clicando aqui. A arte expressa pelo Cruor também tem página na rede, conheça-a aqui.

O DCE felicita a organização do evento e luta para que mais e mais manifestações artísticas se desenvolvam e encantem a universidade. Vale a pena conferir um pouco do que rolou hoje, acessando o vídeo abaixo!

sexta-feira, 24 de maio de 2013

DCE dá sequência ao acompanhamento das reivindicações estudantis junto à PROAE

Conforme definido na última reunião com a Reitora Ângela Paiva, o Diretório Central dos Estudantes tem acompanhado os encaminhamentos dados a partir da última mobilização realizada na reitoria da universidade. Na ocasião, uma pauta de reivindicações foi apresentada aos pró-reitores da UFRN, abordando questões como segurança, alimentação e prática de esporte pelos estudantes.

Nesta sexta, 24, foram apresentados à gestão do Diretório Central dos Estudantes os encaminhamentos mais recentes sobre as demandas. O Pró-Reitor Adjunto de Assistência Estudantil, Paulo Campos, informou ao DCE que foram dados os seguintes encaminhamentos:

  • A partir da segunda-feira (26), as residências universitárias da cidades de Caicó e Currais Novos receberão postos de vigilância para reforçar a segurança dos estudantes. Os postos funcionarão das 18h às 6h;
  • A partir do dia 3 de junho, a residência universitária de Santa Cruz receberá um posto com o mesmo horário de funcionamento dos outros dois;
  • A residência universitária de Mipibu recebe vigilância a partir de hoje;
  • No início de junho, os residentes serão atendidos pelo DAS (Departamento de Assistência ao Servidor), onde serão disponibilizados serviços de odontologia, ginecologia e clínica geral.
  • A direção do campus de Caicó disponibilizou duas salas para instalação de consultório médico e odontologia, que serão disponibilizados para os estudantes em breve;
Para o Coordenador de Relações Institucionais do DCE, Leon Karlos, "é imprescindível que exerçamos uma pressão e um acompanhamento mais constante sobre as nossas pautas, para que as reivindicações não sejam esquecidas depois dos atos e do calor dos movimentos. Por isso que esse acompanhamento e a inclusão de novas pautas é fundamental para que possamos avançar nas políticas de assistência estudantil, tão fundamentais para a universidade ampla e democrática que nós reivindicamos".

Ele lembra que as reuniões são abertas a qualquer estudante, ocorrem às 17 horas todas as sextas-feiras, e que o DCE está aberto a receber novas pautas e acompanhar cada uma delas, fortalecendo a capacidade de pressão dos estudantes e de suas pautas. "O DCE é instrumento de pressão e contribui para articular os diversos encaminhamentos que vários grupos da universidade possuem e querem apresentar", finalizou Leon.

DCE e PROAE promovem debate sobre a África no Auditório de Enfermagem



Na tarde desta sexta-feira, 24, ocorreu no Auditório de enfermagem (UFRN) debate com grandes nomes do estudo do continente Africano com o tema: “África frente aos desafios da contemporaneidade: história, cultura, ciência e tecnologia”.


O debate contou com a presença do delegado Antônio Pinto, o advogado Paulo Lopo Saraiva entre outros grandes nomes.

Delegado Antônio Pinto
Foi pauta no debate desde a independência das nações africanas até os problemas e as realizações da África contemporânea. Foi discutida a importância do estudo da cultura e sociedade Africana nas universidades e escolas brasileiras. Também foram colocadas as conquistas dos negros na atualidade mas principalmente foi pautado o que se espera no futuro para as nações e cidadãos africanos.

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Metrópole Digital promove Semana da Tecnologia da Informação e Sociedade


O Instituto Metrópole Digital da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) promove, de 3 a 7 de junho, a Semana da Tecnologia da Informação e Sociedade. As atividades acontecem no Anfiteatro B do CCET, sempre às 14h30.

Composto por aulas que ensinam desde a criação de um e-mail à utilização de blogs, o evento é uma iniciativa dos estudantes da disciplina Tecnologia e Sociedade, do bacharelado de Tecnologia da Informação, e é aberto à população. 

A semana conta com a seguinte programação: Informática básica, nos dias 3 e 4 de junho, Tecnologia Saudável e  Internet Confiável, no dia 5, Blogs e Empreendedorismo, no dia 6, e Redes Sociais, no dia 7.

Segundo Adja Ferreira, professora da disciplina, a ideia de realizar a atividade é uma forma de aplicar a democratização de conhecimentos sobre tecnologia discutida nas aulas. Ainda de acordo com Adja, a intenção é tornar a realização de atividades como essa cada vez mais frequente, abordando outros assuntos relacionados às novas tecnologias e funcionalidades disponibilizadas na internet.

As inscrições para a Semana da Tecnologia da Informação e Sociedade podem ser feitas pela internet, no endereço http://bit.ly/semanatics, ou presencialmente nos dias do evento, de acordo com a disponibilidade de vagas.

terça-feira, 21 de maio de 2013

Laboratório da UFRN investe em robótica educativa e ganha competição que vai beneficiar escolas da África.


Por Juliana Holanda
África: o continente que será beneficiado por um projeto de robótica educativa desenvolvido por pesquisadores do Laboratório NatalNet da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

A equipe foi uma das vencedoras de uma competição internacional para construção de robôs educacionais com custo aproximado de U$ 10 (dez dólares), que serão usados para popularizar a tecnologia em escolas do continente africano.

Organizada pela Rede Africana de Robótica (AFRON, na sigla em inglês), o evento contou com a participação de importantes instituições estrangeiras, como a Universidade de Harvard, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts e a Universidade da Califórnia, em Berkeley.

O robô premiado foi construído pelo professor do Instituto Metrópole Digital da UFRN Rafael Vidal Aroca, como parte de seu doutorado. “É muito gratificante saber que nosso trabalho pode aumentar o interesse dos jovens africanos pela ciência e, quem sabe, até motivá-los a trabalhar na área”, afirma.

Batizada de N-Bot, a estrutura hoje faz parte do acervo da AFRON e recentemente foi exibida em uma exposição no Museu de Tecnologia da Universidade da Califórnia, em Berkeley, juntamente com outros vencedores da competição.

O N-Bot é tão simples que pode ser construído por qualquer pessoa. “As crianças não terão problema em montar o aparelho. Isso irá auxiliá-los em outras disciplinas escolares, que podem se tornar mais atraentes para os estudantes com o uso da robótica”, conta Rafael Aroca.

O robô é comandado por sons. “Qualquer computador ou celular pode controlar o N-Bot. O que importa é a frequência de som que chega ao circuito do robô. Um simples apertar de tecla e o aparelho se move”, explica o professor.
Durante o doutorado em robótica educativa, Aroca fez uma pesquisa envolvendo mais de duzentos estudantes de seis universidades brasileiras. “Noventa e dois porcento dos entrevistados disseram que gastariam até R$ 50 para comprar seu próprio robô e 70% afirmaram que as disciplinas escolares seriam mais interessantes se fossem estudadas no contexto de robótica”, relata.
Foto
Robô é comandado por sons. “Qualquer computador ou celular pode controlar o N-Bot. O que importa é a frequência de som que chega ao circuito do robô. Um simples apertar de tecla e o aparelho se move”, explica Rafael Aroca 
A popularização da tecnologia tem como objetivo aumentar o interesse dos jovens de todo o mundo pelo tema. “O setor tecnológico é prioritário para o crescimento de um país. A robótica precisa ser divulgada em toda parte, principalmente em países em desenvolvimento, como é o caso da maioria das nações africanas”, diz o pesquisador.

Para o professor da Escola de Ciências e Tecnologia da UFRN Aquiles Medeiros Filgueira Burlamaqui, um dos criadores do N-Bot, a robótica só vai crescer quando a tecnologia estiver sendo ensinada na base do sistema educacional. “O grande problema é a carência de profissionais no Brasil e no mundo. Até 2020, a robótica vai ser uma das áreas de pesquisa mais importantes do mundo e o número de profissionais precisa aumentar”, comenta.

Segundo o coordenador do NatalNet, Luiz Marcos Garcia Gonçalves, o laboratório investe em difusão científica há mais de uma década. O objetivo principal é exportar a tecnologia desenvolvida na UFRN, ajudando a quem tem interesse mas não tem condições de investir em hardwares de alto custo. “O prêmio é um reconhecimento de que estamos no caminho certo. O que fazemos aqui é visto como inovação não apenas no Brasil, mas em todo o mundo”, analisa.

Saiba mais sobre o N-Bot: http://www.natalnet.br/~aroca/afron/
 

                                                             Anastácia Vaz
Foto
Equipe do Laboratório NaltaNet: Luiz Marcos Garcia Gonçalves (esquerda), Rafael Vidal Aroca (centro) e Aquiles Medeiros Filgueira Burlamaqui (direita) mostra robôs produzidos na UFRN.

Fonte: UFRN.br

FMU abre inscrições para o Festival Música Potiguar Brasileira.

A Universitária FM (FMU) abre inscrições, até o dia 14 de junho, para o Festival Música Potiguar Brasileira 2013. Os vencedores terão espaço na programação musical da FMU e irão representar o Rio Grande do Norte no 5º Festival Nacional de Música da Associação das Rádios Públicas do Brasil (ARPUB).

O Festival visa a revelar e divulgar gravações de obras musicais, abrindo espaço na  programação da FMU para cantores, compositores, instrumentistas e arranjadores, valorizando a produção e a diversidade da música do estado.

Na primeira etapa, serão selecionadas 26 músicas. A segunda fase será de veiculação das canções e terá participação popular via site disponibilizado pela FMU e informado ao longo de sua programação. Na última parte da seleção, a comissão julgadora se reune e então seleciona as duas músicas vencedoras, nas categorias música instrumental e música com letra.

Para realizar as inscrições, os interessados devem preencher a ficha disponível no endereço eletrônico www.fmu.ufrn.br e comparecer na própria rádio, que fica localizada no prédio da Superintendência de Comunicação, no Campus Central da UFRN, com a ficha e os documentos necessários (RG, CPF e comprovante de residência) e um CD com a música concorrente.

Mais informações podem ser obtidas através do regulamento em https://docs.google.com/file/d/0BwuiPXVJfWZAQjNNa25lN0NNZzQ/edit.

Fonte: UFRN.br

sábado, 18 de maio de 2013

Estudantes retornam às para protestar contra o aumento da passagem

Nesta quinta-feira (16), os estudantes e trabalhadores natalenses voltaram às ruas para protestar contra o aumento de R$ 0,20 na tarifa de transporte público. A passeata percorreu, saindo do baldo, a Avenida Rio Branco seguindo rumo à prefeitura, onde os estudantes contestaram a decisão do prefeito Carlos Eduardo (PDT) em conceder o aumento na tarifa.

O movimento foi convocado nas redes sociais e pelas entidades estudantis União Nacional dos Estudantes (UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), Associação Potiguar dos Estudantes Secundaristas (APES), União Metropolitana dos Estudantes Secundaristas (UMES) e pelos Diretórios Centrais Estudantis da UFRN e da Faculdade Maurício de Nassau. Após o ato na prefeitura, a mobilização seguiu em passeata até a Câmara Municipal, onde foi encerrado com adesão de vereadores ao movimento.

Para o presidente da UMES, Whanderley Costa, o movimento de hoje reiterou a luta realizada no dia anterior pelos estudantes natalenses. "Embora a mídia esteja veiculando os atos de violência cometidos pela polícia contra os manifestantes, a marca do movimento tem sido a da vitalidade dos natalenses para contestar não só o reajuste da tarifa de transporte, como a própria qualidade da mobilidade urbana da cidade, exigindo também que o Conselho de Mobilidade Urbana seja democrático para atender às reivindicações da sociedade".

A presidenta do DCE da Faculdade Maurício de Nassau, Daniella Araújo, afirmou que o movimento vai ganhando cada vez mais adesão. "Nossa luta não para, a cidade ganha muito com essa participação dos estudantes e demais segmentos sociais que estão protestando e não sairão das ruas até que suspensa o aumento".

sexta-feira, 17 de maio de 2013

HUOL encerra 74ª Semana Brasileira de Enfermagem com mesa-redonda

O Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) encerra, nesta sexta-feira, 17, a 74ª Semana Brasileira de Enfermagem. O evento é promovido pela Diretoria de Enfermagem em parceria com a Direção de Recursos Humanos do HUOL.
 
“As dificuldades enfrentadas na assistência de enfermagem aos pacientes portadores de psicopatias internados no HUOL” é o tema da mesa-redonda que encerra as atividades da 74ª Semana. O evento acontece às 14h, no auditório Mariano Coelho, no HUOL.

O debate tem a participação do enfermeiro Fernando de Sousa Silva (HUOL), das enfermeiras Érida Maria Diniz Leite (HUOL) e Maria Gorette Lourenço (Secretaria Municipal de Saúde) e da psicóloga Elizabeth Freitas (Secretaria Municipal de Saúde).

O evento é direcionado aos profissionais que atuam no complexo hospitalar da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e as inscrições podem ser realizadas no local do evento.

Mais informações através do telefone 3342-5089.


quarta-feira, 15 de maio de 2013

Estudantes vão às ruas contra o aumento da passagem

Em protesto contra o aumento da passagem de ônibus, os estudantes natalenses foram às ruas mais uma vez para apresentar sua opinião e insatisfação à sociedade, além de questionar a composição do Conselho de Mobilidade Urbana da cidade, que, ao contrário do que diz a Semob (Secretaria de Mobilidade Urbana), não tem representação estudantil.

A marginal da BR-101 foi utilizada pela manifestação pacífica a partir das 17h, quando foram entoadas palavras de ordem contra o reajuste da tarifa. O protesto seguiu até o Midway Mall, quando, após uma parada do movimento, retornou ao Natal Shopping para ser finalizado.

A Polícia Militar, durante o trajeto de volta ao Natal Shopping, agiu de maneira desproporcional à mobilização dos estudantes, ferindo vários com balas de borracha e gás de pimenta. Até a professora da UFRN, Sandra, de Letras, recebeu um chute de um policial ao tentar evitar que este utilizasse cassetete contra os manifestantes.

Para o diretor de imprensa do DCE/UFRN, Ramon Alves, a prefeitura perdeu uma grande oportunidade de abrir o diálogo com os estudantes sobre os problemas de mobilidade urbana de Natal. "Todos os DCEs e a UNE foram pegos de surpresa com o voto de um representante estudantil, que não foi legitimado por ninguém, autorizando o reajuste. Já tinha sido esse o comportamento do prefeito na sua última gestão e essa prática, velha e autoritária, não será tolerada".

Os estudantes secundaristas também estiveram em peso no ato. Para o presidente da União Metropolitana dos Estudantes Secundaristas (UMES), Whanderley Costa, "isso é reflexo da ampliação da capacidade que esse movimento vem tendo, aglutinando mais e mais parcelas da sociedade para reivindicar transparência, participação e qualidade nos serviços públicos".

Os estudantes organizarão novos protestos para mobilizar a sociedade pela suspensão do reajuste da passagem de ônibus.

terça-feira, 14 de maio de 2013

Alunos de Medicina realizam campanha de conscientização sobre HIV

Alunos do curso de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) que fazem parte do comitê local da ONG IFMSA Brasil promovem, nesta sexta-feira, 17, a partir das 17h, em frente ao Parque das Dunas (antigo Bosque dos Namorados) uma campanha de conscientização sobre a AIDS.

De acordo com a coordenação do comitê local, a campanha tem por finalidade homenagear pessoas que perderam suas vidas em consequência do HIV, além de mostrar solidariedade com quem vive com o vírus. A ação também tem por objetivo aumentar a conscientização sobre o HIV dentro da sociedade e reduzir o estigma e a discriminação relacionados à populações-chave, como homossexuais, profissionais do sexo, pessoas que usam drogas e jovens.


Durante o evento, serão acessas velas no formato do símbolo internacional de combate à AIDS – RED RIBBON – que simboliza a memória viva daqueles que perderam suas vidas em decorrência da doença. Como forma de educar a população serão distribuídos panfletos e preservativos, em parceria com a Secretaria de Saúde do município de Natal.


A ação de conscientização conta com a coordenação das alunas Isabella Tarciana, Camila Loredana, Antônio Costa, Maria Beatriz Nóbrega e Mariana Coelho.


ONG


A Federação Internacional de Associações do Brasil de Estudantes de Medicina (IFMSA-Brazil), representante nacional da Federação Internacional de Associações de Estudantes de Medicina (IFMSA), é uma instituição suprapartidária e sem fins lucrativos ligada à Organização Mundial de Saúde (OMS) e à Organização das Nações Unidas (ONU).


A IFMSA Brasil é uma organização dos estudantes de Medicina de todo o País que promove campanhas e eventos com a finalidade de conscientizar a população através de campanhas sobre temas relevantes à educação em saúde, tais como o HIV e entre outras doenças.


Para mais informações, falar com Isabella Tarciana pelo telefone 8817-0959 .

Tem início a III Semana de Políticas Públicas

Começou hoje (13), no Auditório da Reitoria, a III Semana de Políticas Públicas, promovida pelo Centro Acadêmico de Gestão de Políticas Públicas. A mesa de abertura contou com a presença de Lindijane Almeida, do Departamento de Políticas Públicas; Djailton Gomes, do CA; Janeusa Trindade, pró-reitora de Assistência Estudantil; Ramon Alves, do DCE e Herculano Campos, do CCHLA.

Uma apresentação cultural antecedeu a intervenção da mesa. Após a abertura, foi dado início ao Seminário apresentado pela professora do curso de Gestão de Políticas Públicas da UnB, Suylan Midlej, que falou sobre a importância do curso para a sociedade e os avanços na área na administração pública ao longo dos últimos anos.

Para Djailton Gomes, do Centro Acadêmico, “a Semana de Políticas Públicas é um evento muito importante, contribuindo para integrar os estudantes do curso, debater os problemas da administração pública e a contribuição que nós, futuros gestores, daremos à cidade e a toda sociedade”, afirmou.

A III SPP vai até a quinta-feira e contará com mini-cursos, mesas redondas, palestras, etc. Confira mais acessando a fan page do Centro Acadêmico.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Palestra vai discutir o direito dos povos das secas


Estão abertas as inscrições para a palestra “O direito dos povos das secas”, organizada pelo Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O evento acontece na próxima quarta-feira, 15, às  14h30, no auditório da Prática Jurídica do Setor I, no Campus Central da UFRN.

A palestra conta como atividade complementar para os alunos da graduação e está sendo organizada pelo professor Fabiano Mendonça, da disciplina Direito Constitucional.

A atividade tem como palestrantes o professor do Departamento de Direito da UFRN Paulo Lopo Saraiva e representantes da Governadoria, da Arquidiocese de Natal, da Universidade Federal do Semi-árido (UFERSA) e da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN).

As inscrições podem ser  feitas por meio do Sistema Integrado de Atividades Acadêmicas (SIGAA) e tem como público-alvo alunos da graduação e da  pós-graduação em Direito e profissionais da área.

Fonte: UFRN.br

PROEX realiza encontro para debater sobre idosos e o envelhecimento

A Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) da Universidade Federal de Rio Grande do Norte (UFRN) realiza reunião sobre atividades relacionadas ao tema “Idosos, Envelhecer e Envelhecimento”. O evento acontece nesta terça-feira, 14, às 16h, na sala 08, no anexo da Faculdade de Odontologia, localizada na Avenida Senador Salgado Filho.

O encontro tem o objetivo de reunir pesquisadores e extensionistas que trabalham ou fazem pesquisas relacionadas à terceira idade para construir uma maior articulação com todos que estão interessados em melhorar a vida dos idosos.

Segundo o pró-reitor da PROEX, Edmilson Lopes Júnior, “essa reunião é muito importante porque vamos discutir e trocar ideias de como enfrentar os desafios para obter melhorias na qualidade de vida dos idosos”.

De acordo com Edmilson, existem grupos de professores com planos de criar uma instituição voltada para terceira idade.

A reunião conta com o apoio da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGESP), que desenvolve atividades voltadas aos idosos, como a Terceira Idade Ativa, que, juntamente com o Departamento de Educação Física, aprimora a prática de atividade física.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3215-3230.

domingo, 12 de maio de 2013

"Estaremos em todos os protestos contra o aumento da tarifa", entrevista com o presidente da UMES Natal


A prefeitura já definiu. Com base na decisão do Conselho de Mobilidade Urbana de Natal, a tarifa de transporte da cidade irá para R$ 2,40 a partir do próximo sábado (18), um reajuste de R$ 0,20, o que representa 9,09% em relação ao valor atual. Segundo a prefeitura, a inflação acumulada de 15,54% nos últimos 28 meses, tempo em que não há majoração no valor da tarifa, contribuiu para a decisão. Segundo a SEMOB (Secretaria de Mobilidade Urbana), o valor pretendido pelos empresários de ônibus era de R$ 0,55.

O Portal do Estudante RN conversou com o presidente da União Metropolitana dos Estudantes Secundaristas (UMES), Whanderley Costa, sobre a posição que a entidade adotará em relação ao reajuste da passagem. Confira.

Portal do Estudante RN: Na segunda quinzena de abril, a prefeitura reorganizou o Conselho de Mobilidade Urbana de Natal. Para surpresa das entidades representativas dos estudantes, que não foram consultadas, o representante dos estudantes não é ligado ao movimento estudantil. Como vocês estão reagindo à questão?

Whanderley: O Conselho de Mobilidade Urbana é um fórum importante que deve ser instrumentalizado para acompanhamento, discussão e apresentação de propostas sobre as demandas existentes. Na segunda gestão de Carlos Eduardo, a UMES teve seu assento retirado em resposta à sua postura muito combativa, crítica, mas também propositiva sobre os problemas do transporte público. Para nós, o papel do Conselho não é apenas chancelar reajuste, mas discutir o problema, aproximando mais a sociedade e governo em torno dos desafios que lidamos no nosso cotidiano. Infelizmente, a gestão fez um gol contra ao indicar um correligionário do prefeito para representar os estudantes no Conselho. A UNE e os DCEs da UFRN, Nassau e UnP reivindicarão o assento para que os estudantes voltem a ser representados nesse espaço.

P: Dois protestos estão marcados para esta semana, na quarta e na quinta-feira. Como será a participação da UMES nesses atos?

W: As entidades estudantis são contra o reajuste da passagem e irão participar de todos os protestos que se proponham a barrar o aumento. Estaremos no ato da quarta-feira e, na quinta, vamos apresentar, para além da pauta da suspensão do aumento, a defesa da democratização do Conselho de Mobilidade de modo que possamos pressionar por uma licitação que atenda aos interesses dos estudantes e da sociedade. O desafio é enxergar a questão do transporte para além da tarifa. Há uma questão que sempre perdura nas  mobilizações, que é: após os protestos, o que fazer? Nós achamos, portanto, que a exclusão das entidades do debate sobre a composição do Conselho não é um pormenor, mas uma forma de evitar que as entidades estudantis acompanhem com afinco as questões ligadas ao nosso modelo de mobilidade urbana e pressione por outros padrões. Queremos que as entidades participem desse espaço para que as discussões sobre o transporte público não se reduzam, no espaço público, ao momento de aumentar a tarifa.

P: Qual é o horário e onde acontecerão os protestos?

W: O da quarta-feira acontecerá às 17h na parada do circular do Via Direta e o da quinta-feira sairá do viaduto do Baldo, na Cidade Alta, às 15h. Serão dois momentos muito importantes e construídos com muita unidade da juventude para barrar o reajuste da tarifa.

terça-feira, 7 de maio de 2013

Gestão do DCE reúne-se com a reitora


Os coordenadores do Diretório Central dos Estudantes se encontraram, nesta terça-feira (07), com Angela Paiva, reitora da UFRN. Essa foi a primeira reunião da entidade de representação estudantil com a dirigente máxima da universidade, momento em que foram pautados os seguintes temas: PNAES (Programa Nacional de Assistência Estudantil), EBSERH, participação nos eventos estudantis nacionais e o Restaurante Universitário. Representando o DCE estiveram presentes Danyelle Guedes, Ramon Alves, Árison Brito e Géssica Régis.

Sobre a primeira pauta, o Restaurante Universitário, foi dito aos representantes estudantis que a previsão de entrega da ampliação do Restaurante Universitário é o 2º semestre de 2014, aumento o número de vagas de 450 lugares para 1700. O RU da Saúde, com 300 lugares, que encontra-se com entupimento embaixo do piso da biomédica, deverá passar por reforma e ser entregue em 30 dias. Segundo Paulo Campos, Pró-Reitor Adjunto de Assistência Estudantil, há ainda o refeitório de C&T que aguarda liberação do MEC para ser licitado.

Sobre a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), a reitora afirmou que há especificidades em relação às demais universidades que já assinaram o contrato de adesão, que estão sendo analisadas, mas adiantou que dentre essas está a garantia de que o plano de atividades acadêmicas que a UFRN precisa realizar serão garantidas pela EBSERH, de maneira que alunos, professores e técnicos possam nele desenvolver a parte acadêmica. Conforme afirmou Angela Paiva, haverá após assinatura do contrato, 180 dias de transição para recomposição da força de trabalho por meio de concurso público. Até lá, as equipes que hoje estão atuando continuarão.

Em relação à pauta apresentada por residentes e estudantes do Ceres quanto aos problemas vivenciados, a reitoria e o DCE definiram reuniões de acompanhamento todas as sextas para verificação das soluções que a UFRN têm construído. Tais soluções serão acompanhadas e divulgadas semanalmente nos órgãos de comunicação do DCE.

Por fim, o DCE volta a se reunir com a reitoria na quinta-feira, dia 16, às 10h30, para discussão sobre a proposta dos estudantes para o PNAES.

sexta-feira, 3 de maio de 2013

DCE promove semana de acessibilidade na UFRN.

Nos dias de 6 a 9 de Maio na UFRN acontecerá a I semana de acessibilidade. A intenção é promover ações culturais, cênicas, musicais de forma a atrair a atenção da comunidade acadêmica para a importância de se ter a maior universidade do estado mais acessível para todos os estudantes e demais pessoas que precisem utilizar o espaço da universidade.

Atualmente a Universidade Federal do Rio grande do Norte apesar de ser uma das mais conceituadas do nordeste ainda é muito pouco acessível para estudantes com deficiências, seja ela qual for. Reclamações como as de lousas de material pouco visível para alunos com baixa visão, falta de rampas para deficientes físicos são muito frequentes segundo a CAENE (Comissão Permanente de Apoio a Estudantes com Necessidades Educacionais Especiais).

A principal finalidade das ações durante a I semana de acessibilidade, além de chamar a atenção para o problema da inacessibilidade, é de convidar e mobilizar as pessoas a participarem do evento de encerramento que acontecerá no auditório do Centro de Educação na UFRN, o I fórum permanente de acessibilidade: o direito de ir e vir. Será um evento gratuito com inscrições na hora, aberto para toda a comunidade. O fórum terá início às 8h com credenciamento e o encerramento será às 18h.

Confira a programação do fórum:
Clique na imagem para ampliar.

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Entidade representativa dos secundaristas potiguares, APES/RN lança logomarca em homenagem aos seus 85 anos


No dia 20 de outubro deste ano, a Associação Potiguar dos Estudantes Secundaristas (APES) completará 85 anos de existência. Fundada em 1928, no Colégio Atheneu Norte-rio-grandense, a entidade estudantil é a de maior longevidade do país. Após unificar-se com o Centro Estudantil Potiguar (CEP) na década de 30, a APE, como era a sigla na fundação, foi reorganizada sob a liderança de Érico Hackradt em 1949.

Alguns dos seus dirigentes principais foram fundamentais na luta para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte. Érico, Geraldo Melo e Moacyr de Góis lideraram o movimento que culminou com a aprovação da Lei Estadual nº 149, de 15 de agosto de 1949, que criou a Faculdade de Direito de Natal.

Durante a década de 60, sob a gestão de Djalma Maranhão na prefeitura de Natal, o secretário municipal de Educação foi Moacyr de Góis, a quem coube a coordenação da Campanha De Pé no Chão Também Se Aprender a Ler. Foi do primeiro presidente da reorganização, Érico Hackradt, a Lei Municipal que deu origem à meia-entrada para os estudantes da cidade, que em 2013 completa 55 anos.

No período recente, a APES liderou os estudantes na conquista da Gestão Democrática na rede estadual de ensino e na conquista da Meia Passagem Intermunicipal para estudantes, sendo membro titular do Conselho Administrativo desse direito.

Para o presidente da APES/RN, Pedro Sérgio, “a APES carrega um legado de vitórias e mobilizações em prol dos estudantes e da sociedade potiguar. É uma entidade que é parte indissociável da construção da nossa historia e continua a ser importante instrumento de mobilização e questionamento sobre os problemas que vivemos”.

Como forma de dar início às comemorações pelo seu aniversário, a entidade lançou logomarca dos 85 anos. Curta a fan page da APES no facebook.

CA de Farmacia organiza encontro de estudantes na UFRN


A UFRN vai ser palco durante o período de 01 a 05 de maio de 2013 do XII EREF, Encontro Regional dos Estudantes de Farmácia, o evento visa proporcionar a criação de uma reflexão crítica por parte dos estudantes a respeito de assuntos que tangem o universo em que os futuros profissionais estarão inseridos, como também fomentar o debate sobre o movimento estudantil, situação social, política e econômica da nossa sociedade, contribuindo para formação dos estudantes.
O encontro terá como tema central “O impacto da indústria farmacêutica na promoção de saúde, inovação tecnológica e propriedade intelectual”, o tema do Encontro tem como objetivo expandir e por em prática as ideias, propostas e projetos dos estudantes de Farmácia no contexto da saúde, educação, política e cidadania. 

Serão realizados ao longo do encontro Oficinas, Grupos de Trabalhos, Mesas Redondas, Concurso de Aconselhamento ao Paciente (CAP), Festivais Culturais, e contará com a execução de atividades de Ação Social. Esta ACONTECERÁ EM LOCAIS de grande movimentação, COMO SHOPPINGS, PRAÇAS, E MERCADOS, e conta com a participação de todos os estudantes presentes no EREF, que repassam informações à população sobre o uso correto de medicamentos, a necessidade da presença de um farmacêutico responsável permanentemente dentro das farmácias, esclarecimentos sobre os genéricos, como se prevenir de medicamentos falsificados e algumas medidas de prevenção e promoção da saúde. Está previsto a presença de cerca de 500 estudantes da UFPB, UEPB, UFC, UFBA, UFS, UFAM, UFPI, UFMA, INTA, UNP, UFPA, UESB e UNINASSAU (PE).

Segundo o coordenador do CAFAR, Cássio Alexandre “A expectativa de todos os membros da organização é que possamos oferecer um evento animado e produtivo pra todos os estudantes, e que possa se alcançado uma troca de experiências e cultura por todos os participantes!”.

Para mais informações: www.eref2013.com

Comissão Eleitoral da UFRN divulga chapas que disputarão a eleição de delegados ao 53º Congresso da UNE

Chapas inscritas para concorrer as eleições de delegados/as da UFRN ao 53º Congresso da UNE:

Chapa 1 - De que lado você samba?
Chapa 2 - Ousar lutar, ousar vencer!
Chapa 3 - A UNE é do povo!
Chapa 4 - Nossa Força, Nossa Voz

A campanha inicia-se a partir de hoje (01 de maio) e as eleições ocorrerão nos dias 15 e 16 deste mês.

Comissão Eleitoral
53º Congresso da UNE
UFRN


Conheça os membros de cada chapa. Acesse aqui.