Reforma Política

Plebiscito Popular por uma Constituinte exclusiva e soberana do Sistema Político brasileiro!

Canal DCE

Veja os vídeos do DCE no youtube

Reforma Política

Plebiscito Popular por uma Constituinte exclusiva e soberana do Sistema Político brasileiro!

Canal DCE

Veja os vídeos do DCE no youtube

Reforma Política

Plebiscito Popular por uma Constituinte exclusiva e soberana do Sistema Político brasileiro!

'

Canal DCE

Veja os vídeos do DCE no youtube

terça-feira, 30 de abril de 2013

UFRN publica edital de concurso para cargos Técnico-Administrativos


A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) publicou edital de concurso público para preenchimento de vagas em cargos Técnico-Administrativos em Educação no seu quadro permanente.

As vagas são para técnicos de Ensino Superior (15 vagas), Ensino Médio Profissionalizante (8 vagas), Ensino Médio Completo  (1 vaga) e Ensino Fundamental Completo (25).

Os interessados em participar do concurso devem acessar o site do Núcleo Permanente de Concursos (COMPERVE), no qual  estarão disponíveis o edital e o formulário de inscrição.

A inscrição será feita, exclusivamente, via internet do dia 13 de maio ao dia 3 de junho. As taxas variam de R$ 50 a R$ 80, dependendo do cargo pretendido.

Os cargos disponíveis são: engenheiro/ engenharia civil - engenheiro / telecomunicação - engenheiro agrônomo, músico, pedagogo, revisor de textos, tecnólogo microscopia, assistente social, gestão pública, nutricionista, editor de imagens, técnico de laboratório / biotério, técnico de laboratório / microscopia, técnico de laboratório / materiais, técnico de laboratório / logística, técnico em saneamento, técnico em eletrônica, assistente de alunos, auxiliar em administração, auxiliar de creche, auxiliar de biblioteca e operador de luz.

As provas serão aplicadas no dia 7 de julho, no município de Natal/RN. A prova terá duração máxima de 4 horas e 30 minutos.

Fonte: UFRN.br

Reitora apresenta ao prefeito de Natal projeto para melhoria de transporte no Campus


A reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Ângela Paiva Cruz, esteve em audiência na última sexta-feira, 26, com o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, quando foram apresentadas algumas demandas e projetos da UFRN.

Entre os assuntos discutidos estava a melhoria do transporte para o Campus Central, incluindo o circular e as linhas que passam no entorno da Instituição. Segundo a reitora, a Universidade cresceu em estrutura física e em quantidade de cursos e de alunos, o que demanda mais transporte.

Com 70 veículos circulando pelo Campus diariamente, segundo informação da Prefeitura de Natal, a Universidade conta, a partir deste ano, com mais um ônibus  para a linha circular, chegando ao total de sete veículos, e mais três linhas: 54-A, saindo do conjunto Alagamar (Ponta Negra); 57, saindo do bairro Mãe Luiza; e 10-29, partindo de Nova Natal.

Além de mais veículos de linha, a reitora solicitou a presença de mais um ônibus intermunicipal. Essa demanda, segundo o prefeito Carlos Eduardo, poderá ser definida em reunião marcada com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) na próxima sexta-feira, 3 de maio, com participação da Superintendência de Infraestrutura da UFRN e da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (SEMOB).

Segundo o superintendente de Infraestutura da UFRN, Gustavo Rosado Coelho, nessa reunião será discutida a melhoria do transporte intermunicipal até o Campus Central, com ampliação de linhas e a disponibilização pelo DER de um veículo circular.

A reitora Ângela Paiva apresentou, ainda, os projetos de reestruturação do Anel Viário do Campus, das ciclovias, de arborização de Natal e da Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura da UFRN (CIENTEC 2013), solicitando o apoio da Prefeitura.

Carlos Eduardo se comprometeu em acompanhar a reitora Ângela Paiva ao Ministério das Cidades para apresentação do projeto de reestruturação do Anel Viário e considerou o de ciclovias bastante interessante, tendo em vista que a Prefeitura também tem um projeto similar.

Quanto à CIENTEC, afirmou o prefeito, trata-se de um evento que já está incluído no calendário da cidade e a Prefeitura tem todo o interesse em participar. Já o projeto de arborização, que prevê o plantio de 100 mil mudas entre 2014 e 2016, foi elogiado pelo prefeito Carlos Eduardo. Para ele, essa proposta deve ser lançada “em alto estilo”.

Participaram da audiência com Carlos Eduardo, além da reitora Ângela Paiva, o pró-reitor de Planejamento, João Emanuel Evangelista; a pró-reitora o pró-reitor adjunto de Assuntos Estudantis, Janeusa Trindade e Paulo Campus, respectivamente; o superintendente de Infraestrutura, Gustavo Rosado Coelho; a chefe de Gabinete, Célia Ribeiro; e a coordenadora da CIENTEC, Rita Luzia.

Fonte: UFRN.br

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Prefeitura determina: validade da carteira de estudante não será prorrogada.


A Prefeitura do Natal determinou que o prazo de validade da Carteira de Estudante 2012 que vence na próxima terça-feira, dia 30, não será prorrogado.

O secretário adjunto da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), Clodoaldo Cabral explica que o tempo de prorrogação foi suficiente para que as unidades de ensino enviassem os nomes de seus respectivos alunos para o cadastro único do órgão.De acordo com a Semob somente será liberado a venda do crédito da meia-tarifa para as identidades estudantis dos alunos das unidades de ensino que enviaram essas informações para o sistema do órgão.

Para agilizar o processo de solicitação e a validação das Carteiras de Estudante 2013, a Semob lançou o Portal do Estudante, através do qual os beneficiários poderão solicitar pela internet a 1ª via da Carteira, sem custo adicional, por meio do endereço www.portaldoestudantenatal.com.br. Segundo o secretário adjunto da Semob, Clodoaldo Trindade, o Portal do Estudante aperfeiçoou o serviço e é hoje uma ferramenta de auxílio tanto às instituições de ensino, quanto aos estudantes.

“Criamos o Portal para melhor atender a grande demanda de alunos que lotam nossos postos para solicitar a validação da carteira de estudante. Muitos deles saem de suas casas para fazer colocar créditos e não conseguem, pois seus dados ainda não estão atualizados. O Portal tem evitado esse transtorno, pois o aluno poderá fazer sua solicitação em casa, basta se certificar que a escola já enviou seu cadastro e localizá-lo no site”, explicou Clodoaldo.

Além do atraso na entrega da relação dos alunos matriculados, outro motivo que levou à prorrogação do prazo, é a fiscalização que a Semob está realizando para acabar com as irregularidades cometidas dentro de algumas instituições que cobram pela emissão da carteira, além das escolas que foram fechadas e que continuam enviando dados de seus alunos como se estivessem matriculados explica Clodoaldo Trindade.

UFRN é a oitava instituição que mais aprova no Exame de Ordem

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) foi a 8ª instituição no Brasil que obteve o melhor desempenho no IX Exame de Ordem Unificado, com 62,34% de aprovação.

A UFRN vem figurando como a única instituição potiguar entre as de melhores desempenhos nas edições do Exame de Ordem Unificado.

A instituição que mais aprova continua sendo a USP, com 76%.

Das 1o instituições que mais aprovaram no último Exame de Ordem, 6 delas são da região Nordeste.

Confira abaixo a relação das 10 instituições que mais aprovaram no IX Exame de Ordem:



Com informações do blog Exame de Ordem

PROGESP lança “Somos UFRN” com música e exposição de fotos

Com exposição de fotografias e apresentação musical do grupo Acorde, da Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, foi lançado, no final da tarde desta quinta-feira, 25, no Pátio da Reitoria, o projeto Somos UFRN. A proposta é contar histórias profissionais “transformando o trabalho acadêmico ou técnico numa estética de pensar a vida no  trabalho, o trabalho na vida”, segundo sua idealizadora, a  jornalista Ângela Almeida.

Como parte do programa Qualidade de Vida – Viver em Harmonia, o projeto Somos UFRN, segundo a pró-reitora de Gestão de Pessoas, Mirian Dantas, vai percorrer todos os setores da Universidade. Todo mês estará em uma unidade diferente e “todas as pessoas poderão participar”, frisou.

A reitora da UFRN, Ângela Paiva Cruz, comemorou mais um projeto no âmbito do programa Qualidade de Vida como forma de valorização das pessoas e afirmou que todos os números que dão conta do avanço na atual gestão existem porque “Somos UFRN”. Esse projeto, segundo a reitora, é um presente para celebrar os dois anos de administração, assim como é mais uma forma de contar a história dos que fazem a UFRN, “contando a história de cada um”.

O que é?

O projeto Somos UFRN prevê exposições de fotografias, lambe-lambe, apresentações artísticas e atividades em redes sociais. A página do projeto na internet vai ser dinâmica e pode contar com a participação de todos que desejem enviar suas impressões fotográficas sobre os campi da UFRN.

Fonte: UFRN.br

I Encontro "Discutindo Gêneros e Sexualidades" e I Concurso de Contos sobre Sexualidades não-contadas

O Diretório Acadêmico e o Departamento de História do CERES promovem o I Encontro Discutindo Gêneros e Sexualidades e o AGORA EU TE CONTO! I Concurso de Contos Sobre Sexualidades não-contadas.
As inscrições serão feitas na hora.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Edital de Eleição de Delegados(as) ao 53º Congresso da UNE



UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE
EDITAL DE ELEIÇÃO DE DELEGADOS E DELEGADAS AO 53º CONGRESSO DA UNE
NATAL/RN

Art. 1º - A eleição de delegados e delegadas da UFRN ao 53º Congresso da UNE será coordenada e organizada pela comissão de 10 estudantes cadastrada e divulgada no portal da União Nacional de Estudantes.
Art. 2º - A comissão de 10 estudantes de que trata o presente edital será responsável por coordenar e organizar a eleição de delegados e delegadas da UFRN ao 53º CONUNE apenas nos centros e unidades acadêmicas situadas no município de Natal/RN, conforme orienta regimento do Congresso da UNE.
Art. 3º - A inscrição de chapas será realizada dias 25, 26, 29 e 30 de abril de 2013, entre 09h e 21h, na sede do Diretório Central de Estudantes da UFRN.
Art. 4º – As inscrições de chapa serão realizadas por meio de formulário próprio disponível no site do DCE: www.dceufrn.blogspot.com.br.
Art. 5º – As chapas poderão solicitar inscrição com qualquer número de estudantes, mas somente os (as) estudantes que compõem as chapas poderão ser eleitos (as) delegados (as) e suplentes, de acordo com a votação obtida por cada chapa.
Parágrafo 1º - No ato de inscrição de cada chapa será exigido um requerimento de inscrição contendo os nomes e os números de matrícula de cada estudante que compõe a respectiva chapa, assim como o nome da chapa, o nome do (a) representante da chapa e os contatos do (a) representante da chapa.
Parágrafo 2º - Os (as) componentes da comissão de 10 estudantes devidamente cadastrada junto à União Nacional de Estudantes poderão compor chapas, mas não poderão ser responsáveis pelo ato de inscrição ou pela emissão do comprovante de inscrição das chapas que compõem.
Art. 9º - Dia 01 de maio de 2013, às 12h, a comissão de 10 estudantes divulgará as chapas inscritas para a disputa no site do Diretório Central de Estudantes da UFRN e nas redes sociais da supracitada entidade.
Parágrafo Único – O número de cada chapa será definido de acordo com a ordem de inscrição de chapas, recebendo o número 01 a primeira chapa inscrita, o número 02 a segunda chapa inscrita, o número 03 a terceira chapa inscrita e assim por diante.
Art. 10 - Encerrado o prazo de inscrição de chapas, a comissão de 10 estudantes será responsável por divulgar no sítio eletrônico do Diretório Central de Estudantes da UFRN as chapas inscritas, seus respectivos nomes e a composição de cada chapa.
Art. 11 – A campanha eleitoral terá início dia 01 de maio de 2013 e finalizada ao término da eleição, visto que o regimento do 53º Congresso da UNE permite campanha eleitoral nos dias da votação.
Art. 12 – As chapas inscritas deverão respeitar a legislação em vigor e evitar qualquer dano ao patrimônio público.
Art. 13 – A eleição será realizada dias 15 e 16 de maio de 2013, através do voto em urna, em todos os centros e unidades acadêmicas da UFRN situados em Natal/RN, durante os três turnos de aulas (manhã, tarde e noite), entre 08h e 21h30.
Parágrafo 1º - A comissão de 10 estudantes devidamente credenciada junto à União Nacional de Estudantes será responsável por cadastrar pelo menos um mesário ou mesária para cada centro e/ou unidade acadêmica da UFRN situada em Natal, disponibilizando ao mesário ou à mesária cadastrado (a) o material necessário para a realização do processo de votação no respectivo centro e/ou unidade acadêmica.
Parágrafo 2º - Somente poderá ser mesário ou mesária os (as) estudantes regularmente matriculados na UFRN, vinculados a centros e/ou unidades acadêmicas situadas em Natal/RN.
Parágrafo 3º - Para ter acesso à mesa de votação e depositar a cédula eleitoral na urna, o (a) estudante e eleitor (a) deverá apresentar documento oficial com foto e assinar a lista de votação.
Parágrafo 4º - Caso o nome do (a) estudante e eleitor (a) não constar na lista de votação, será facultado o direito de votar em separado, devendo o (a) eleitor (a) assinar a lista de votação especial para votos em separado, inserir a cédula de votação dentro de envelope a ser fornecido pelo (a) mesário (a) e depositar o envelope na urna.
Parágrafo 5º - Caso o (a) estudante e eleitor (a) não encontre urna disponível para exercer seu direito de votar em seu centro e/ou unidade acadêmica, deverá se dirigir à sede do Diretório Central de Estudantes e solicitar informações da comissão de 10 estudantes responsável pelo processo eleitoral.
Parágrafo 6º - Não terá direito a voto o (a) estudante e eleitor (a) que não apresentar documento oficial com foto e que não assinar a lista de votação ou a lista de votação especial para votos em separado.
Parágrafo 7º - Qualquer pessoa poderá ser indicada pelas chapas inscritas no processo eleitoral para fiscalizar o processo e as mesas de votação, sendo ou não estudante da UFRN.
Parágrafo 8º - Qualquer denúncia de irregularidade deverá ser formalizada à comissão de 10 estudantes cadastrada junto à União Nacional de Estudantes, na sede do Diretório Central de Estudantes da UFRN.
Parágrafo 9º – Encerrado o horário do primeiro dia de votação, cada mesário (a) transportará a urna e demais documentos referentes ao processo eleitoral à sede do Diretório Central de Estudantes da UFRN, acompanhados (as) dos (as) fiscais de cada chapa inscrita, onde as urnas e demais documentos serão devidamente guardados pela comissão de 10 estudantes.
Parágrafo 10 – Encerrado o horário do segundo dia de votação, cada mesário (a) transportará a urna e demais documentos referentes ao processo eleitoral à sede do Diretório Central de Estudantes da UFRN, acompanhados (as) dos (as) fiscais de cada chapa inscrita, onde a comissão de 10 estudantes deverá conferir todo o material, analisar e deliberar sobre possíveis denúncias, bem como dar início à apuração dos votos.
Parágrafo 11 – A comissão de 10 estudantes será responsável por divulgar o resultado do processo eleitoral no sítio eletrônico do Diretório Central de Estudantes da UFRN imediatamente após a apuração.
Parágrafo 12 – Imediatamente após a divulgação do resultado do processo eleitoral, a comissão de 10 estudantes convocará uma reunião extraordinária com representantes das chapas inscritas para preenchimento da ata padrão da UNE, com os dados dos (as) delegados (as) eleitos (as) e indicados (as) por cada chapa.
Parágrafo 13 – O presente edital entra em vigor no ato de sua publicação no sítio eletrônico do Diretório Central de Estudantes da UFRN e no mural da referida entidade.

Natal/RN – 24 de abril de 2013

Marcha em Defesa da Educação Pública toma conta das ruas do Centro de Natal



A Marcha em Defesa da Educação realizada nesta quarta-feira (24) em Natal foi mais que uma caminhada. Uma multidão foi às ruas dá um recado aos governantes e cobrar que a educação seja tratada com respeito e como prioridade.


Profissionais da educação, estudantes, pais e a sociedade em geral pediram 100% dos impostos oriundos dos royalties do petróleo, metade dos impostos do pré-sal e 10% do PIB aplicados na educação, além da aprovação imediata do Plano Nacional de Educação. Essas reivindicações são os pontos principais que levaram à Greve Nacional da Educação por três dias.

A mobilização foi para chamar a atenção do Congresso Nacional, do Ministério da Educação, do Governo do Estado, da Assembléia Legislativa, de prefeitos e vereadores para que a educação não seja tratada com indiferença.

O Rio Grande do Norte parou. Em todo estado a categoria participou de inúmeras atividades. Audiências públicas, palestras, atos públicos e manifestações culturais com a participação de diferentes setores sociais aconteceram em diversos municípios.

A Marcha em Natal reuniu representantes de Afonso Bezerra, Apodi, Assú, Boa Saúde, Caiçara do Rio dos Ventos, Campestre, Campo Grande, Ceará Mirim, Currais Novos, Fernando Pedroza, Ielmo Marinho, João Câmara, Lages, Lagoa Danta, Lagoa de Pedra, Lagoa de Velhos, Lagoa Salgada, Maxaranguape, Montanhas, Nízia Floresta, Nova Cruz, Novo Cruz, Parnamirim, Pau dos Ferros, Pedro Avelino, Rio do Fogo, Santa Cruz, São José do Mipibu, São Pedro, São Tomé, Sítio Novo, Tibau do Sul, Umarizal e Vera Cruz.

Os prefeitos de Serra Caiada, Touros, Arês e Canguaretama reconheceram a importância da mobilização da categoria e cederam transporte para que estudantes e profissionais viessem à capital somar na luta pela promoção da educação pública. A Direção do SINTE/RN parabeniza os gestores que compreendem a luta da sociedade e que não tiveram dúvida de que é o momento de unir forças para pressionar o Congresso Nacional na aprovação da pauta reivindicada pelo povo brasileiro através da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação e dos sindicatos.

Os estudantes, através dos grêmios estudantis, deram às ruas o colorido e o vigor da juventude em luta. Levantar o pé do asfalto com palavras de ordem reafirmando a pauta de reivindicação e o apoio à luta coordenada pelo Sindicato. O presidente da UMES-Natal, Whanderley Costa, afirmou que "a luta em prol da educação é em defesa de um país com capacidade soberana de produzir conhecimento e desenvolver suas potencialidades, portanto, é de todos que desejam ver um Brasil grande"

“Foi uma atividade muito bonita e intensa. Agradecemos à banda marcial da Escola Estadual Jean Mermoz, à banda Zumbi dos Palmares da Escola Municipal Celestino Pimentel que deram o suporte cultural ao longo da Marcha, aos funcionários do SINTE/RN pela logística, às entidades e centrais sindicais e à sociedade que acenou, vibrou, buzinou e mandou seu abraço apoiando a luta e a defesa da educação pública”, comemorou a coordenadora geral Fátima Cardoso.

Com informações do SINTE/RN

terça-feira, 23 de abril de 2013

Governo Rosalba persegue entidades nacionais e prejudica 100 mil estudantes


Todos os anos, o governo estadual, através do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), publica Edital para habilitação de entidades estudantis para utilização da carteira de estudante no sistema da meia passagem intermunicipal, que é o selo que os estudantes adquirem para obter o desconto de 50% nos ônibus que fazem as linhas intermunicipais do Rio Grande do Norte.

Neste ano, exclusivamente, o órgão publicou extrato de habilitação das entidades sem analisar o documento de somente duas, a UNE (União Nacional dos Estudantes) e a UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas). Hoje, após longa novela que desfavoreceu somente as entidades nacionais, o DER emitiu parecer negativo para a habilitação de ambas. Apesar do Tribunal de Justiça do RN ter decidido em 2011 que ambas não precisam apresentar ata de fundação para comprovar existência, já que foi incendiada pela Ditadura Militar, o malabarismo jurídico encontrado pelo DER é o de que a decisão só valeria para o ano de 2011. Segundo a decisão do TJ, tomada em última instância, e que não delimita prazo:
(...) é fato público, notório e reconhecido por lei que a União Nacional do Estudantes (UNE) é a entidade representativa dos estudantes das instituições de nível superior, não sendo razoável que se exija a apresentação da sua ata de fundação para que seja reconhecida como tal. (Agravo de Instrumento nº 2011.008830-7)
 Além disso, há 236 dias o Secretário Demétrio Torres desobedece uma decisão judicial de agosto de 2012 que manda instalar o Conselho Administrativo da Meia Passagem Intermunicipal, com a participação da UNE como entidade de representação dos estudantes universitários e da APES (Associação Potiguar dos Estudantes Secundaristas) como entidade de representação dos estudantes secundaristas. Segundo a decisão:
Diante do exposto, defiro o pedido de tutela antecipada, determinando ao requerido que ponha em imediato funcionamento o Conselho Administrativo da Meia Passagem, respeitando a composição prevista no Decreto Estadual nº 16.577/2002, com a participação apenas da APES e da UNE, dentre as entidades de representação estudantil. (Proc. nº 0801205-79.2012.8.20.0001)
Embora citado pessoalmente, o Secretário descumpre mais uma vez a decisão da justiça, em clara perseguição às entidades nacionais. Para o vice-presidente da UNE no RN, Ramon Alves, "o Secretário, que é também responsável pela Copa do Mundo, contribui para erguer um Estádio cujos ingressos com desconto para estudantes só serão acessíveis com a carteira da UNE e da UBES e toma uma medida em completa ausência de coerência e bom senso".

A União Nacional dos Estudantes anunciou que ingressará com medida judicial nesta quarta-feira (24) com pedido de liminar para, assim como em 2011, garantir que sua carteira de estudante, tal como a Identidade Estudantil Eletrônica, tenham validade para a utilização do selo que garante o desconto nos ônibus intermunicipais do Rio Grande do Norte.

Deputada quer aprovação de Projeto de Lei por uma meia-entrada de verdade


A deputada federal Jandira Feghali publicou artigo pedindo a aprovação do PL 4.571 por "meia-entrada de verdade" nos eventos culturais realizados no Brasil.

Confira o texto a seguir:

Não era preciso fazer o cálculo mentalmente pra chegar à conclusão de que o valor se equipara a um terço do salário mínimo do trabalhador brasileiro. Apesar do valor alto, que segrega um público sedento por arte e cultura na capital carioca, a realidade sobre os valores monstruosos de espetáculos de teatro, dança e cinema estão por todos os cantos da indústria cultural do País. E uma das grandes razões é: a aplicação anárquica e não criteriosa da meia-entrada, junto da proliferação de carteiras estudantis não padronizadas no Brasil.

Há mais de uma década, o Congresso Brasileiro se vê em meio ao debate sobre a legislação nacional das carteirinhas de estudante. Entre uma audiência e outra, quase sempre era impossível estabelecer um acordo legal para contemplar artistas, estudantes, produtores e sociedade civil. Por conta dessa falta de acordo, o amparo legal nacional sobre o direito à meia-entrada se resguardava nas regionalidades, através de leis formuladas e aprovadas nos estados sobre suas próprias cotas. Em alguns estados, por exemplo, apenas 10% dos ingressos podem ser reservados para a “meia”, como é o caso de São Paulo.Observando esses contrastes, vejo que o Brasil clama por uma legislação forte sobre o tema.

É o caso do Projeto de Lei (PL) 4.571, apresentado em 2008, e que se encontra atualmente na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. É lá que, artistas, associações de produtores de teatro e cinema, assim como entidades nacionais de estudantes, lutam para uma aprovação ágil e segura. Esta semana foi definitivamente um embate pela aprovação da matéria naquele colegiado, unindo todas as entidades em um só objetivo. Isso porque a própria matéria, que especifica as diretrizes básicas para a meia-entrada no País, é um marco histórico para a nossa realidade. É o benefício que estudantes e idosos poderão desfrutar com segurança e tranquilidade.

Eu mesma, na função de relatora do projeto dentro da Comissão de Educação, antes de chegar à CCJ, percebi que seu texto final, construído durante cinco anos e que superou contradições entre produtores, artistas e entidades de juventude, exercerá um poder emancipador às famílias brasileiras então excluídas do eixo cultural de seus centros urbanos. Ao estabelecer a cota de 40% na bilheteria para ingressos de meia-entrada no País, a futura lei permitirá que o próprio valor ‘natural’ dos ingressos recue até 30%, de acordo com estudos da Associação dos Produtores Teatrais Independentes do Estado de São Paulo, criando, assim, uma margem maior de compra para os consumidores que não se beneficiam da meia-entrada (no caso idosos e estudantes).

Mas não é apenas a redução gradual do valor dos ingressos que a lei dará sequência assim que passar pela Câmara e Senado. O cadastro nacional das carteiras de estudantes, por exemplo, hoje tidas como 80% do consumo dos ingressos de uma casa de shows, será um trabalho de entidades nacionais com referência e credibilidade no assunto, a exemplo da União Nacional dos Estudantes, União Brasileira dos Estudantes e Associação Nacional dos Pós-Graduandos.

Sua distribuição será feita por diversos pontos no País, como centros universitários, por exemplo, facilitando a chegada do benefício aos estudantes. Ao definir as entidades emissoras e criar estrutura nacional reconhecida, a nova lei da meia-entrada ataca diretamente a livre máfia que produz carteiras de estudantes piratas. Por isso que, sem uma lei específica, não são os próprios estudantes penalizados indiretamente, mas todo consumidor de cultura do Brasil. Neste sentido, é necessário que a CCJ vote e aprove urgentemente o PL 4.571, sem ceder às pressões de entidades paralelas, não representativas ou dos defensores de uma falsa universalidade.

V Mostra de Profissões da UFRN será realizada em junho


A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio da Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), realiza, de 5 a 7 de junho, a V Mostra de Profissões. O evento ocorre no Centro de Tecnologia (CT), no setor 4 do Campus Universitário, em três turnos.

A Mostra de Profissões é um evento realizado anualmente e destinado a estudantes interessados em conhecer a oferta de cursos da UFRN e as suas possibilidades de profissionalização. O objetivo é ajudar os jovens que pretendem ingressar na Universidade a escolher o curso de graduação, baseados no conhecimento do perfil profissional de cada área de formação.

A programação, que vai acontecer das 8h às 11h, das 14h às 17h e das 19h às 21h, consta de minipalestras que serão realizadas por estudantes e professores da UFRN, além de depoimentos de ex-alunos e profissionais reconhecidos no mercado. Não é necessária a  inscrição para participar, basta comparecer ao local e dirigir-se às salas das palestras.  As apresentações vão ocorrer, simultaneamente, em todas as áreas com a duração de uma hora. Os estudantes podem participar de quantas palestras desejarem.

A professora Elizama Cunha, da PROGRAD, destaca que a Mostra visa a esclarecer dúvidas e gerar conhecimento em cada curso. “O nosso maior público são os estudantes do ensino médio das escolas públicas. Essa Mostra serve para aproximar a Universidade da comunidade, para que os alunos possam conhecer, aprender e ver as perspectivas de mercado e futuro profissional”, afirma Elizama.

Segundo ela, serão ministradas 260 palestras e a expectativa é de que o evento atinja seis mil estudantes. A Mostra é realizada juntamente com a Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC) e, segundo Elizama, “é muito importante essa parceria, pois é a Secretaria quem oferece os ônibus para buscar os alunos nas escolas”.

A programação do evento poderá ser conferida a partir do próximo mês no sitewww.ufrn.br/mostradeprofissoes.

Fonte: UFRN.br

segunda-feira, 22 de abril de 2013

DCE-UFRN ocupa reitoria em protesto contra administração da pró-reitoria de Assuntos Estudantis


O Diretório Central dos Estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (DCE-UFRN) promove nesta terça, 23, às 8h, um protesto contra a atual administração da Pró-reitora de Assuntos Estudantis, em razão do tratamento desrespeitoso dispensado aos residentes universitários de Natal e do interior do RN. O ato será no prédio da reitoria, contando com a participação de residentes e outros membros da comunidade acadêmica.
Para o DCE, a gestão da pró-reitora Janeusa Trindade Souto tem sido marcada pela ingerência administrativa, omissão, indiferença e pelo descaso com as residências universitárias. Por isso, a entidade vai pedir a saída dela da PROAE.
Entre os pontos considerados críticos pelos estudantes, destacam-se a omissão durante dois anos em relação á alimentação servida aos residentes nos campus de Caicó e Currais Novos; inexistência de um sistema de proteção à saúde e de urgência aos estudantes; e abuso de poder, autoritarismo e arbitrariedade nas decisões do Conselho Administrativo das Residências Universitárias.
A ocupação da reitoria, segundo a coordenadora geral do DCE-UFRN, Danyelle Guedes, é uma forma de pressionar pela saída da pró-reitora e chamar a atenção da comunidade acadêmica para o problema.

Entidades se mobilizam para a Marcha em Promoção da Educação


A direção do SINTE/RN está organizando a Marcha Estadual em Defesa e Promoção da Educação Pública Social e Referenciada. O evento acontecerá na tarde do dia 24 na praça Cívica, ao lado do Palácio dos Esportes, em Natal. A atividade faz parte da greve geral que será realizada nos dias 23, 24 e 25 de abril.

O Sindicato conclama a sociedade a marchar em busca de mais recursos para a educação e investimentos na educação publica para torná-la patrimônio do povo brasileiro, o que dará a verdadeira soberania ao país.
Os profissionais das escolas e os grêmios estudantis devem organizar suas caravanas, a direção do SINTE/RN dará o apoio logístico que for necessário.

“Um grito. Muitas vozes. O eco esperado. A mobilização que pertence a toda sociedade. Um direito que precisa ser exercido com dignidade. Uma cobrança justa. Uma cidadania que precisa ser plena. Eis os objetivos da marcha, eis os propósitos da luta”, ressalta a coordenadora geral Fátima Cardoso.

O presidente da UMES Natal, Whanderley Costa, enfatiza a importância da participação estudantil. “Há muitos desafios para a educação atender às necessidades do país e do povo brasileiro. Da qualidade da escola ao acesso comprometido pela ausência de políticas de assistência ao estudante, a luta pela escola pública é a luta pela afirmação do país”.

Portal do EstudanteRN

domingo, 21 de abril de 2013

De Zeca Pagodinho a Geraldo Vandré: Um show de insatisfação

Onde a PROAE está? “Nunca vi, nem conheço, só ouço falar!” É com a adaptação da música “Caviar”, consagrada na voz do cantor Zeca Pagodinho que inicio este breve texto, ou se preferirem este relato.
É visivelmente díspar a política pregada pela UFRN e o serviço oferecido pela Pró-Reitoria de Assistência Estudantil. Afirmo isto com base na realidade vivida pelos estudantes do CERES, mais especificamente na humilhante saga encarada pelos residentes do CERES Campus de Caicó/RN.

Não se limitando apenas aos residentes, faço reflexões referentes àqueles que não necessariamente necessitam de Residência Universitária, mas que precisam de outra categoria de auxílio para prosseguir na graduação: uma casa de pouso para os universitários que venham desenvolver algum tipo de atividade que dure mais de um turno, um restaurante universitário para os alunos (como também professores e servidores), um maior número de bolsas de apoio técnico destinada aqueles que se encaixem no perfil carente socioeconômico (e não migalhas), a viabilização de um ônibus circular destinado aos universitários que residem em Caicó.

A participação da PROAE é ínfima no nosso Centro. Talvez se saíssemos indagando os discentes sobre quem seria a Pró-Reitora de Assuntos Estudantis, poucos saberiam responder. O resultado da pesquisa traduziria a omissão desta Pró-reitoria no CERES. Os problemas enfrentados pelos residentes é o exemplo mor da omissão dos que compõe a pasta: a má alimentação oferecida sendo do conhecimento da PROAE, a intransigência, o autoritarismo em detrimento da autoridade. Todos esses fatores deram origem ao que é atualmente conhecimento como movimento #ForaJaneusa.

Diante disso, mais uma vez o movimento estudantil vai às ruas, agora objetivando destituir uma tirana do poder. Em meio a tudo, isso há aqueles que se calam como se nada acontecesse por temerem represálias; há aqueles que sabem do que está acontecendo, mas dizem “eu não vou fazer movimento por que sei que nada vai mudar”; mas também há aqueles que acordam quem insiste em dormir o sono do conformismo. Eu sou daqueles que caminham, cantam e convocam: “Vem, vamos embora, que esperar não é saber. Quem sabe faz a hora, Não espera acontecer”.

Por Antonio Alves, do CERES

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Seminário de Pesquisa do CCSA recebe inscrições até sábado, dia 20


O Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) recebe, até este sábado, 20, as inscrições de alunos da graduação e pós-graduação, além de técnicos e professores da UFRN interessados em participar das atividades que compõem a programação do XVIII Seminário de Pesquisa do CCSA.

Para os alunos, a taxa de inscrição é de R$ 20, para técnicos e professores o valor é de R$ 40. Cada participante do Seminário pode se inscrever em um encontro por turno, fechando o número máximo de três inscrições por aluno, que devem ser realizadas através do site do evento:http://seminario.ccsa.ufrn.br/inscription.

Os selecionados para apresentar artigo ou pôster necessitam efetuar o pagamento da inscrição até amanhã, a fim de confirmar a inscrição e assim ter o trabalho incluso na programação oficial e nos anais. Após o pagamento do boleto bancário, o inscrito deve acessar o site do seminário, encaminhar o comprovante e aguardar o e-mail de confirmação.

Evento

O XVIII Seminário de Pesquisa do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) da Universidade Federal do Rio Grade do Norte (UFRN) acontece entre os dias 20 e 24 de maio, com o tema “Construindo a Universidade Pública 40 anos”.

O evento tem como objetivo tornar acessível à comunidade universitária a produção científica existente no CCSA por meio da divulgação dos trabalhos apresentados. A proposta é abrir espaço para discussão e socialização do conhecimento produzido nas diferentes áreas das ciências sociais aplicadas, como Direito e Biblioteconomia.

Mais informações e o link das inscrições estão disponíveis na página do evento: http://seminario.ccsa.ufrn.br/.

UFRN renova parceria para apresentações da Orquestra Sinfônica


A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) renova convênio om o Sistema Fecomércio e assina contrato de cooperação para continuidade do programa Parcerias Sinfônicas. O objetivo é de desenvolver ações formativas entre o Serviço Social do Comércio (SESC) e a Orquestra Sinfônica da Escola de Música da UFRN (OSUFRN) para incentivar a produção musical local, com foco na formação de músicos e de plateia.

O contrato, que renovou o convênio por mais um ano, teve as assinaturas da reitora Ângela Paiva Cruz; do presidente do Sistema Fecomércio, Marcelo Fernandes de Queiroz; da diretora regional do SESC, Jeane Eliad Figueiredo do Amaral; da vice-diretora da Escola de Música da UFRN, Raquel Carmona; e do maestro da Orquestra Sinfônica da Escola de Música, André Muniz.

Segundo Ângela Paiva Cruz, esse tipo de parceria é importante porque mostra a preocupação da Universidade com a formação cidadã.  “Os processos sociais também podem ser inovadores”, frisou Ângela, destacando o crescimento da Escola de Música, que hoje oferece, além do ensino técnico, a graduação e a pós-graduação. Ela exemplifica: “há alguns dias tivemos a formação, de uma só vez, de dez doutores, e isso é um fato inédito na Instituição”.

O presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz, fez questão de falar sobre os acordos já realizados com a UFRN, destacando o atual contrato, considerado “um projeto vitorioso”. A diretora do SESC, Jeane Figueredo, falou sobre a ênfase nos programas culturais e de lazer, de forma que venham a “contribuir efetivamente para o desenvolvimento cultural do estado”.

Raquel Carmona, vice-diretora da Escola de Música, fez referência à importância do projeto para “alavancar” o público, enquanto a diretora do Núcleo de Arte e Cultura (NAC), Teodora Alves, destacou o investimento da atual gestão da UFRN na política cultural.

De acordo com o maestro da OSUFRN, André Muniz, a partir dessa iniciativa, a Escola de Música integra todas as atividades de ensino, pesquisa e extensão por meio da atuação e da execução “de nossos professores e da vinda de solistas que trazem um tipo de informação técnica diferenciada para nossos alunos”.
Projeto

O projeto, iniciado em 2011, permite que a orquestra apresente concertos oficiais, artístico-culturais e didático-pedagógicos voltados para o público-alvo do SESC e para a população em geral. Além disso, a OSUFRN atuará em ações educativas e de desenvolvimentos artístico-culturais para os programas escolares e sociais do SESC-AR/RN, tais como palestras-concerto de grupos camerísticos, famílias de instrumentos, duo ou trios, oficinas musicais, vivências e visitações dos instrumentistas discentes da Orquestra às salas de aula do SESC.

Na sua primeira edição, os grandes clássicos da MPB ganharam uma nova roupagem com o encontro de talentos potiguares, a cantora Camila Masiso e o músico Diogo Guanabara e a Orquestra Sinfônica da UFRN, com arranjos de Willames Costa. A mistura do popular com o erudito rendeu ao projeto o Prêmio Hangar de Música 2011 na categoria melhor show do ano.

A segunda etapa do projeto Parcerias Sinfônicas estreou em junho de 2012, com uma homenagem ao centenário de nascimento de Luiz Gonzaga. O show “Clássicos do Baião: Tributo a Gonzagão” foi apresentado pela primeira vez no evento “Mossoró Cidade Junina”. Essa terceira edição, segundo Daniel Rezende, coordenador cultural do SESC, ainda está em concepção.
Fonte: UFRN.br

quarta-feira, 17 de abril de 2013

PET Engenharia Elétrica faz workshop sobre empreendedorismo.


O Programa de Educação Tutorial de Engenharia Elétrica (PET) em parceria com o Departamento de Engenharia Elétrica do Centro de Tecnologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), promove o IV Workshop de Engenharia Elétrica, abordando o tema “O Engenheiro Eletricista Empreendedor”.

O evento acontece durante os dias 22, 23 e 24 de abril, no auditório da Biblioteca Central Zila Mamede (BCZM). As inscrições estão abertas pelo Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA) até o domingo, 21.

Realizado anualmente pelo PET, o workshop tem o objetivo de apresentar novas oportunidades e perspectivas aos discentes da graduação. Neste ano, o tema é voltado para o empreendedorismo observando as tendências do mercado.

Mais informações disponíveis no site: http://petee.ct.ufrn.br/.

terça-feira, 16 de abril de 2013

Vitória dos jovens brasileiros! Senado aprova Estatuto da Juventude

O plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (16), em votação simbólica, o projeto de lei que institui o Estatuto da Juventude, que estabelece direitos para jovens entre 15 e 29 anos. O projeto  garante a meia-entrada em eventos culturais e esportivos de todo o país para jovens de baixa renda e exige que empresas de transporte interestadual reservem para o grupo dois assentos gratuitos nos ônibus.

O estatuto ainda precisa ser apreciado pela Câmara dos Deputados, onde havia sido aprovado em 2011. Como passou por alterações no Senado, o texto deverá voltar para a Casa de origem.
Pelo texto relatado pelo senador Paulo Paim (PT-SP), além dos assentos gratuitos, as empresas de transporte devem oferecer duas passagens com 50% de desconto.

Pela proposta aprovada, a meia-entrada também vale para estudantes que comprovem matrícula em instituição de ensino com o uso de carteirinha expedida “preferencialmente”, segundo o texto, pela Associação Nacional de Pós-Graduandos, pela União Nacional dos Estudantes (UNE), pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e por entidades estudantis estaduais e municipais a elas filiadas.

O projeto também define que o pagamento de meia-entrada vale para jovens de famílias com renda mensal de até dois salários mínimos. A meia-entrada prevista para o Estatuto da Juventude não se estende aos jogos da Copa do Mundo de 2014, nem às Olimpíadas de 2016, cujas entradas (incluindo as vendidas com desconto) são reguladas pela Lei Geral da Copa.

Para ter acesso ao direito, as famílias desses jovens deve estar registrada no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). O texto aprovado pelo Senado prevê, ainda, a garantia de direitos básicos aos jovens, como acesso à educação e à profissionalização, ao trabalho e à renda.

Limite

Após a votação do texto principal, foi aprovada emenda que limita a concessão do benefício da meia-entrada a 40% do total de ingressos disponíveis para cada evento. Segundo parlamentares, a emenda foi articulada com entidades de representação dos estudantes e da classe artística.

O presidente da Associação dos Produtores de Teatro do Rio de Janeiro, Eduardo Barata, comemorou o novo texto e afirmou que a medida possibilitará a flexibilização dos preços. “Com a aprovação dos 40%, vamos poder programar estratégias de bilheteria e diminuir os preços. Agora, eu sou o dono da bilheteria, e não o poder público”, disse Barata.

A alteração foi apresentada pela senadora Ana Amélia (PP-RS) e pelo senador Cyro Miranda (PSDB-GO). A conclusão da votação só ocorreu após extensa discussão dos senadores das demais emendas, todas rejeitadas.

O projeto torna obrigatória a manutenção pelo Estado de programas de expansão do ensino superior, com oferta de bolsas estudos em instituições privadas e financiamento estudantil.

sexta-feira, 12 de abril de 2013

GRATUIDADE NO VESTIBULAR DAS FEDERAIS: MAIS UM PASSO RUMO À DEMOCRATIZAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR


Do Blog da UBES

Mais uma conquista para os estudantes das escolas públicas de todo o Brasil, mais um motivo para os secundaristas acreditarem que é possível ingressar no ensino superior em um país em que a educação básica carece de melhores estruturas, mais atenção, mais investimentos para que o ensino superior deixe de ser uma utopia para os estudantes que estão nas escolas públicas.

Às portas de seus 65 anos, a UBES comemorou nessa quinta-feira (11), a sansão da lei nº 12.799 que estabelece critérios de isenção do pagamento de taxa do vestibular para ingressos nas universidades federais. A aprovação surge como um passo inédito e transformador rumo à democratização da universidade.

Até então, o vestibular, o primeiro contato com a instituição de ensino, chegava em algumas instituições ao valor de R$130. Segundo o documento, as federais adotarão critérios para isenção total e parcial do pagamento de taxas de inscrição nos processos seletivos em seus cursos, de acordo com a carência socioeconômica dos candidatos. Para ter direito ao benefício, o estudante deve cumprir duas exigências, ou seja, ter feito escola pública ou ser bolsista integral em escola particular e ter renda familiar per capta de até 1,5 salário mínimo.

Assistimos hoje, a derrubada de uma das grandes barreiras que separava e tornava o sonho do estudo nas federais uma meta impossível para aqueles que vinham das salas de aula do ensino público. A mudança, necessária e até mesmo tardia, deixa para traz mais esta luta vencida com as marcas das centenas de passeatas e atos públicos que o movimento estudantil brasileiro encabeçou de norte a sul de país que quer mais acesso.

UFRN e SMS realizam campanha contra gripe no Campus Universitário.

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGESP), por meio da Diretoria de Atenção a Saúde do Servidor (DASS), em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Natal, realizam entre os dias 15 e 26 de abril uma ação voltada à vacinação da comunidade universitária. A ação faz parte da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe.

Dois postos de vacinação funcionarão no Campus da UFRN, um fixo, na Sala de Vacina da Diretoria de Atenção à saúde do Servidor (DAS), que fica aberto de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h. Um segundo posto de vacinação funcionará de forma itinerante e percorrerá diversos setores da universidade.

A meta é imunizar pessoas com idade acima de 60 anos, portadores de doenças crônicas (com apresentação de receita médica), gestantes em qualquer período do ciclo gravídico e crianças que tenham idade entre seis meses e dois anos.

Na programação, o primeiro local da UFRN a receber o posto itinerante será a Reitoria. Os horários previstos para atendimentos são das 8h30 às 11h30 e 14h às 16h. Para serem vacinadas, todas as pessoas devem apresentar cartão de vacina e, no caso de doença crônica, receita médica.

Outros locais previstos para a vacinação são a COMUNICA, o Centro de Convivência da UFRN, o Centro de Biociências, o Museu Câmara Cascudo, o Restaurante Universitário e o Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, entre outros.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3215-3291.


Fonte: UFRN.br

CCET realiza palestra com pesquisadores de universidades da Itália e Índia.

Pesquisadores da Universidade de Florença (Itália) e da Universidade de Calcutá (India), em visita à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), realizaram duas palestras para alunos e professores do Centro de Ciências Exatas e da Terra.

Os professores Mihir K. Chakraborty, do Departamento de Matemática Pura da Universidade de Calcutá, e Soma Dutta, do Instituto de Ciências Matemática de Chennai, ambos na India, ministraram a palestra “Graded consequence”.

O professor Marcos Volpe, do Departamento de Informática da Universidade de Verenona (Itália) apresentou a palestra “Formal Methods applied to information security”.

Os encontros aconteceram no dia 10 de abril, no auditório do Centro de Ciências Exatas e da Terra (CCET).


Fonte: UFRN.br

quinta-feira, 11 de abril de 2013

DER prorroga prazo de validade dos selos das carteiras de estudante


Carteiras de estudantes de 2012 serão aceitam até o dia 30 de maio deste ano nos ônibus que fazem as linhas intermunicipais no Rio Grande do Norte. O Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER), através de portaria, confirmou a prorrogação do prazo.

A justificativa do DER foi a necessidade de prorrogar o prazo para que os estudantes que precisam se deslocar pelo estado não sejam prejudicados pelos problemas na habilitação de novas carteiras.

Com a determinação, os estudantes poderão continuar comprando as passagens com 50% de desconto até o fim do mês que vem.

Tribuna do Norte

terça-feira, 9 de abril de 2013

Seminário na UFRN discute inclusão social e direitos do trabalhador doméstico

O Grupo de Estudos Seguridade Social e Trabalho (GESTO), com apoio do Departamento de Direito Privado da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), organiza o IX Seminário de Seguridade Social e Trabalho, com o tema “Inclusão social e direitos concretos: desafios e perspectivas”.

Nesta edição, o seminário tem o objetivo central de proporcionar a divulgação e a atualização de conhecimentos sobre temáticas relacionadas aos direitos trabalhistas e da seguridade social.

No evento também será discutido como a Previdência Social promove a inclusão previdenciária, além debater sobre a nova PEC dos domésticos e suas repercussões na esfera trabalhista e previdenciária. O evento acontece no próximo dia 26, no Auditório do Núcleo de Pesquisas em Ciências Sociais Aplicadas (NEPSA), a partir das 14h30.

Para os interessados, a inscrição possui um custo simbólico de um pacote de fralda geriátrica ou uma lata de leite em pó, que serão entregues no hall de entrada do Auditório do NEPSA no dia do Seminário.

As inscrições acontecem por meio do endereço eletrônico http://www.sigaa.ufrn.br/sigaa/public/extensao/paginaListaPeriodosInscricoesAtividadesPublico.jsf?aba=p-extensao.

Os participantes terão certificado de participação válido para fins de extensão.

Departamento de Comunicação promove II Diálogos sobre Comunicação Pública


O Departamento de Comunicação (DECOM) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza na próxima quarta-feira, 10, a partir das 18h, no Auditório B, do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), o II Diálogos sobre Comunicação Pública - A realidade da UFRN.

Em parceria com o Projeto de Extensão Vir-a-Vila, a Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Comunicadores (Renajoc) e o Coletivo ENECOS Potiguar, o evento tem a intenção de discutir a democratização da comunicação, tendo como plano de fundo a UFRN.


Participam do debate, Luiz Lourenço dos Santos, diretor geral do Núcleo de Televisão e Rádios Universitárias (NTVRU) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e a professora e membro do conselho curador da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Ana Veloso.   

O encontro será aberto à participação popular, sem a exigência de inscrição. Mais informações pelo telefone 8840-7360.

Fonte: UFRN.br

sexta-feira, 5 de abril de 2013

UFRN promove Fórum de Assessores para Assuntos Internacionais.


A Secretaria de Relações Internacionais e Interinstitucionais (SRI) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) está organizando o XXV Fórum de Assessorias das Universidades Brasileiras para Assuntos Internacionais (FAUBAI), que acontece no período de 27 de abril a 1º de maio, em Natal (RN).
 O evento é uma oportunidade para trocar experiências entre os Setores de Relações Internacionais das Universidades do Brasil e do mundo, com o tema “As Universidades Brasileiras no Contexto dos BRICS”, assim como a visualização do andamento de programas de mobilidade, com destaque para o Programa Ciência Sem Fronteiras.   O encontro conta com a presença de vários representantes de universidades nacionais e internacionais, como Victor Amaral, diretor da Superintendência de Convênios e Relações Internacionais (SCRI), a presidente do Instituto Camões, Ana Paula Laborinho, e o professor Leandro Tessler, da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). A FAUBAI tem o objetivo de promover o aperfeiçoamento do intercâmbio e da cooperação internacionais como instrumentos de melhoria de ensino, da pesquisa e da administração das instituições filiadas. A inscrição para o evento ocorrerá conforme o perfil de cada inscrito e seu interesse dentro do evento. Para conferir o regulamento da inscrição, basta acessar o site http://www.sri.ufrn.br/faubai. FAUBAI

O FAUBAI foi criado em 1988, reúne 115 gestores por assuntos internacionais e promove a integração e a capacitação de gestores da área por meio de seminários, workshops e reuniões regionais e nacionais, além de divulgar a diversidade e a potencialidade das instituições de ensino superior brasileiras junto às agências de fomento, representações diplomáticas, organismo e programas internacionais.

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Entidades estudantis dão sequência a ciclo de formação política


Neste sábado, 06, às 13h30, o Ciclo de Formação Política da UMES (União Metropolitana dos Estudantes Secundaristas) e da APES (Associação Potiguar dos Estudantes Secundaristas) acontecerá no IFRN da Avenida Rio Branco, na Cidade Alta. Nesta primeira etapa, os participantes recebem capítulos do livro “O  Poder Jovem”, de Arthur Poerner, e fazem uma discussão interativa, com base na realidade que vivenciam e construindo um paralelo com a formação do movimento estudantil brasileiro.

Segundo o presidente da UMES, Whanderley Costa, “a primeira etapa reuniu lideranças de Centros Acadêmicos, Diretórios Centrais de Estudantes, militantes do movimento secundarista e interessados em participar de discussões que, no geral, são omitidas nas salas de aula”. Para ele, “essa é uma forma de apresentar a história construída pelo povo, com suor, disposição, alegria e entusiasmo de viver uma vida melhor coletivamente”.

Whanderley considera que “esse Ciclo também é uma forma de garantir uma cultura de leitura e formação política permanente, preparando o movimento estudantil para os desafios do presente”. Atualmente, a UMES e a APES encampam as bandeiras nacionais por 10% do PIB pra Educação e fortaleceu a Jornada de Lutas da Juventude reivindicando democratização da mídia, reforma política e mais direitos pra juventude brasileira.

O Ciclo de Formação Política da UMES e da APES é gratuito e aberto a todos os interessados em discutir temas sociais e relevantes para o processo político de avanços e conquistas para o povo brasileiro.

Do Portal do Estudante RN

Debate DCE sobre rumos da verba de Assistência Estudantil.


O Plano de Assistência Estudantil - PNAES - foi um programa criado e regulamentado pelo Ministério da Educação ao final do ano de 2007, conforme a Portaria Normativa nº 39, que garante apoio ao estudante que visa ingressar no ensino superior e não dispõe de condições efetivas para permanência nessas instituições.

Antes de apresentar a Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis a proposta de orçamento para a assistência estudantil de 2013 na UFRN, que está orçada no valor de R$: 15.745.406,00 o Diretório Central dos Estudantes (DCE) vai debater hoje, dia 04 de Abril o assunto com os alunos. "Recebemos alguns dados da PROAE, pedimos mais informações e agora vamos submetê-las ao conhecimento dos estudantes para colher posições definitivas", explicou Danyelle Guedes, da coordenação-geral do DCE. 



A participação dos alunos na discussão está prevista no artigo 4º do Pnaes (Lei 7234/2010), o que vai ao encontro da política da atual Administração de chamar a comunidade para participar dos debates.

Esta é uma das primeiras vezes que o orçamento dos programas de assistência será debatido de forma participativa. “Isso dá mais transparência e legitimidade à distribuição da verba”, disse o Coordenador de Administração e Finanças do DCE, Fábio Henrique.

Esperamos que os estudantes, principalmente os residentes se façam presente nesse debate hoje, que será as 17hs no Auditório do DCE. Estão todos convidados.

terça-feira, 2 de abril de 2013

Na contramão da história, vereador de Natal defende pena de morte para bandidos, especialmente os "de menor"

Condenado por corrupção na Operação Impacto, Adão Eridan (PR) podia marcar em praça pública e com transmissão ao vivo pela TV Câmara o momento em que se suicidará para fazer valer a tese que defende: "bandido bom é bandido morto".

Por Edmo Sinedino
No Facebook

Fui hoje de manhã à Câmara Municipal de Natal. Resolver um problema sem fim.
Mas não vem ao caso.

Fui até a plenária ver o que estava acontecendo. Uma Audiência Pública para discutir a violência na região leste de Natal, proposta pelo vereador das Rocas, o Ubaldo Ribeiro.

Audiência concorrida, imprensa presente, mas com pouquíssimos representantes do povo. E olha que o assunto super importante. Estavam presentes Dagô (me disseram que fez um discurso que deu dó sobre o assunto), Jacó, Haroldo Alves e Júnior Grafith.

O presidente Albert Dickson, o homem do “Honras a Deus” também não estava. Me disseram que Hugo Manso passou por lá e depois saiu. E depois chegou Adão Eridan. Ele se inscreveu e falou.

Claro, puxando a “sardinha para a sua brasa” falou da violência no bairro que o elege – Felipe Camarão.
E concentrou, para minha surpresa, seu ataque aos integrantes, todos, dos Direitos Humanos de nossa capital.

Era como se a culpa pelas mortes, roubos, assaltos, tráfico de drogas fosse dos lutadores incansáveis, injustiçados dos Direitos Humanos.

No seu discurso, o de sempre, o vereador, um cara que nada tenho contra, praticamente defendeu em plenária a pena de morte para todos os bandidos, e principalmente os bandidos “de menor”, como ele chamou.

Fiquei estarrecido.

Mas é essa a nossa representação. Adão não falou de projetos para erradicar o analfabetismo, para tirar as crianças do seu bairro das garras de traficantes; não disse se fez algo, projeto de esporte, música ou poesia, para combater na raiz os traficantes.

Nada disso.

Ele, que deve ter uma ambulância para levar doentes aos hospitais (que não é o correto), que deve ter um ônibus para promover pic-nics (bem novinho) e emprestar para enterros, atribuições que não são de vereadores, deve ser responsável por uma fundação...

Mas eu pergunto ao vereador Adão Aridan: o que fazer para não ter que matar esses “Bendidos de menor”?

O que fazer para salvar essas crianças das garras da violência, do tráfico, do analfabetismo, dos afastamento da família, do banditismo.

O que fazer vereador?

Qual o seu projeto Adão, qual o seu pleito junto à Prefeitura Municipal de Natal, cobrando, mas cobrando mesmo ação para a defesa das camadas mais desassistidas, essa camada que vê, logo cedo, seus meninos se tornarem reféns do tráfico?

O senhor não disse, vereador.

O senhor só mostrou a receia da brutal violência que gera sempre muito mais violência.

Morrem, vereador, todos os dias, bandidos, policiais, pessoas inocentes, tudo junto e misturado, e mesmo assim, nobre vereador, a violência só aumenta.

Faltam pleitos, faltam projetos vereador, faltam políticos eleitos para combater de verdade, o mal pela raiz.
Políticos realmente comprometidos com o fim dessa brutal desigualdade social, causadora de todos os males.

Infelizmente, vereador Adão, sobram na nossa política os “Felicianos”.