Reforma Política

Plebiscito Popular por uma Constituinte exclusiva e soberana do Sistema Político brasileiro!

Canal DCE

Veja os vídeos do DCE no youtube

Reforma Política

Plebiscito Popular por uma Constituinte exclusiva e soberana do Sistema Político brasileiro!

Canal DCE

Veja os vídeos do DCE no youtube

Reforma Política

Plebiscito Popular por uma Constituinte exclusiva e soberana do Sistema Político brasileiro!

'

Canal DCE

Veja os vídeos do DCE no youtube

quinta-feira, 31 de março de 2011

Técnicos-administrativos da UFRN Aprovam Calendários de Luta.

Com auditório da Biblioteca Central Zila Mamede superlotado, categoria dos servidores técnico-administrativos decide acatar resoluções aprovadas na Plenária Nacional da Fasubra ocorrida em Brasília (DF), no sábado (26). Foi aprovada paralisação com ocupação na reitoria no dia 14 de abril, com atividades durante todo o dia, sem perder de vista a data da provável deflagração da greve em 25 de abril. 

 
Plenária da Fasubra
A categoria esteve presente na plenária da Fasubra com quatro delegados que votaram pela deflagração da greve no dia 28, seguindo deliberação da base do RN. Mas, por 69 a 57 votos dos delegados nacionais, esse indicativo de greve não foi aprovado. Em seu lugar a categoria aprovou um calendário de mobilização que foi aprovado com algumas alterações na assembleia geral dos técnicos da UFRN desta segunda-feira (28).

Assembleia Geral da UFRN
A mesa da referida assembleia foi coordenada pelos dirigentes Vânia Machado (geral) e Marcos Aurélio (financeiro) e ainda pelo servidor Sebastião Florêncio, representando a base. Na composição da mesa também estiveram presentes representantes do DCE, Centro Acadêmico de Serviço Social da UFRN, Conlutas e Sindprevs.

O auditório da BCZM ficou pequeno. Muita gente em pé e muita expectativa em relação à deflagração da greve, especialmente por causa: da MP 520/10 que transfere a gestão, bens móveis e imóveis dos HUs para o controle de empresa de sociedade anônima; da tramitação de PLP 549/09 que congela os salários dos servidores federais por 10 anos; e também pelo fato de não termos campanha salarial aprovada para 2011.

Os delegados representantes da categoria informaram o resultado da plenária nacional da Fasubra, na sequência, a categoria avaliou intensamente o processo em curso que culminou com aprovação das seguintes resoluções: 

Audiência Pública Debate Superlotação de Gatos em Natal

segunda-feira, 28 de março de 2011

Abertas inscriçoes para o III ENUNE (Encontro de Negros,Negras e Cotistas da UNE)


O III ENUNE sera realizado entre os dias 20 a 22 de maio de 2011 na
Escola de Arquitetura no Campus Federação da UFBA na cidade de Salvador.
A programação concebida está estruturada a partir de três eixos fundamentais: o eixo político, o eixo acadêmico e o eixo
artístico-cultural.
No
que se refere ao eixo político, a proposta está assentada na realização dos grupos de debates (GD) como forma de promover a atualização e a  consolidação das bandeiras que são estratégicas ao conjunto da juventude negra brasileira.

Temáticas como:

 Saúde da População Negra

Mulheres Negras
Mídia e Racismo
Livre orientação sexual
Ancestralidade africana e conhecimentos tradicionais
Racismo Ambiental
Racismo e o mundo do trabalho organizarão
o nosso debate. 

A partir desse eixo construiremos um ato público que venha a garantir a mais ampla visibilidade de nossos posicionamentos.
Quanto
ao eixo acadêmico, a programação se pauta pela apresentação de produções científicas que tenham centralidade nas discussões sobre as politicas de ações afirmativas que, previamente encaminhadas, passarão pela avaliação de uma comissão julgadora.
E
o eixo artístico-cultural, que pretende revelar a riqueza da cultura afro-brasileira, através do trabalho realizado por artistas, ou grupos destes, levando em consideração a(s) sua(s) produção (ões) na música, no teatro, na dança, no artesanato, na culinária, na produção audiovisual, etc.

Alojamento
Estarão disponibilizados para o III ENUNE salas alojamento com capacidade
superior a 700 participantes, contando com inúmeros banheiros (químicos e estruturais), 10 chuveiros masculinos e 10 femininos.

Comitê Internacional da Marcha Mundial das Mulheres debate sobre conflitos polítcos no mundo árabe


Na reunião do Comitê Internacional da Marcha Mundial das Mulheres, que acontece desde o dia 25, em São Paulo, os conflitos no mundo árabe e o processo de luta de seus povos foram temas recorrentes no debate sobre conjuntura internacional.

O povo árabe passa por um momento que precisa reagir com muita luta e organização, mas também necessita da solidariedade internacional. Essa é a valiação de Conceição Dantas, uma das delegadas brasieliras na reunião do CI. “Temos, enquanto Marcha, uma tarefa muito grandiosa e importante que é continuar debatendo o tema da militarização na América Latina e no mundo, pois as mulheres do mundo, aqui representadas nesta reunião, confiam que a Marcha Mundial das Mulheres possa contribuir com a resolução de conflitos em seus países”, declara Conceição.

Hoje a agenda segue com uma reflexão sobre o funcionamento da MMM nas diferentes regiões e no CI. Será ainda um momento para se discutir o Encontro Internacional 2011 da Marcha. Nsse debate é o momento para se pensar sobre a mobilização e programação do encontro, assim como a divisão de responsabilidades entre o Conselho Internacional, Secretariado Internacional e as Coordenações Nacionais e dessa forma, mais uma vez, fortalecer a luta feminista internacionalemnte.

Para maiores detalhes e informações consultar 
o Secretariado Internacional no telefone + 55 11 3819 3876.


Fonte: http://centrofeminista.wordpress.com

sexta-feira, 25 de março de 2011

Festa do Pinóquio - 01 de Abril

terça-feira, 22 de março de 2011

Dia Verde e Amarelo

quinta-feira, 17 de março de 2011

Argumento de inclusão da UFRN é assunto de audiência pública no plenário da Câmara de Natal

Os mecanismos de ingresso no ensino superior federal, como o Sistema Único de Avaliação Universitária (SISU), o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e o argumento de inclusão no vestibular para os estudantes da rede pública, foram temas de uma audiência pública na manhã desta quarta-feira (16) no plenário da Câmara Municipal de Natal.

O encontro foi proposto pelo vereador Luis Carlos (PMDB) e contou com a participação de representantes do DCE da UFRN,  entidades estudantis da rede pública e privada de ensino, da secretária de Educação do Estado Bethânia Ramalho, da presidente da Comperve Magda de Melo e da diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte) Fátima Cardoso.

A audiência foi motivada pela recente polêmica envolvendo seis estudantes, entre os quais o primeiro lugar geral do curso de Medicina, que ingressaram na UFRN após fraudar certificados de conclusão do ensino médio em escola pública para se beneficiar do argumento de inclusão.

Para o vereador Luis Carlos, a questão precisa ser debatida de modo a se buscar uma revisão geral do sistema de inclusão. “Não somos contra o argumento de inclusão. O que queremos é encontrar uma maneira de discutir a questão de modo que nenhum aluno, seja da rede de ensino privado ou público, seja prejudicado”, enfatizou.

A secretária estadual de Educação Bethânia Ramalho, que também foi presidente da Comperve, também ressaltou a importância do debate. “Infelizmente, o debate ganhou destaque devido a uma fragilidade. Há um problema sério na educação do país. Precisamos de educação pública e privada, mas, sobretudo precisamos de uma discussão séria que não fique apenas na retórica”, afirmou.

terça-feira, 15 de março de 2011

O DCE Informa

Atenção alunos 2011.1
Ainda estamos emitindo as carteiras de estudante do ano de 2010. Sendo necessário que os  estudante novos se dirijam até a SEMOB (Secretaria de Mobilidade Urbana), com uma declaração de vínculo ou Atestado de Matrícula para efetuar o seu cadastro na mesma.
Indo assim, até o DCE (Setor I) para solicitar sua carteira de estudante. 
A carteira custa 3,75 e sai na hora.


Avisamos ainda que a data prevista para o inicio das confecções das carteiras 2011 é em Abril.

Horário de funcionamento da SEMOB (localizada no bairro da Ribeira) é de Segunda à Sexta das 8:00 às 14:00 hrs.
Horário de funcionamento do  DCE é de segunda à Sexta das 8:00 às 21:00 hrs.

Projeto Anima exibe filmes baseados na obra de Alan Moore

O Projeto Anima do Núcleo de Estudos sobre Animação e Histórias em Quadrinhos (NEAHQ) da UFRN começa 2011 com um ciclo de exibições de filmes de película. As obras são baseadas em histórias em quadrinhos literárias do roteirista inglês Alan Moore.


O Ciclo Alan Moore acontecerá durante as quartas-feiras dos meses de março e abril, sempre no auditório “C” do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da UFRN, a partir das 19 horas. As exibições terão início dia 16/03 e serão abertas ao público interessado.


O primeiro filme a ser exibido será From Hell, dirigido pelos irmãos Hughes em 2001 e que conta com participações de Johnny Depp, Heather Graham e Ian Holm. From Hell é um romance gráfico escrito por Alan Moore e ilustrado por Eddie Campbell que especula sobre a identidade e as motivações de Jack o Estripador.

Agenda:
Quarta (16/03) – From Hell
Quarta (23/03) – V for Vendetta
Quarta (06/04) – Watchman
Quarta (13/04) – The Mindscape of Allan Moore

segunda-feira, 14 de março de 2011

quarta-feira, 2 de março de 2011

I Sessão do Filminista

Nessa terça feira (01/03) às 17:30h, no Auditório do DCE aconteceu a I sessão do Filminista. O filme exibido foi "Anjos do Sol" que aborda o tema da prostituição. Tivemos como convidada Diana - Presidenta da ASPRORN -Associação das Profissionais do Sexo do Rio Grande do Norte.

Objetivo do projeto é uma vez por mês promover um encontro de estudantes na exibição de um determinado filme e debater a temática abordada construindo uma intervenção coletiva sobre esse tema.


Independente da sua posição participe do debate, pois qualquer que seja a sua opinião irá colaborar para um bom momento de troca de experiências e de reflexão critica sobre o tema.

08 DE MARÇO: DIA DE LUTA DAS MULHERES ESTUDANTES

O Brasil se incorporou à lista dos países que têm ou tiveram o cargo máximo do Poder Executivo ocupado por uma mulher. Longe de acreditar que ter uma mulher como Presidente é o suficiente para as aspirações do movimento feminista, vemos à nossa frente uma longa caminhada em direção a uma sociedade tolerante e justa, na qual homens e mulheres tenham igualdade de oportunidades.

Nós, mulheres, passamos por um intenso processo de adestramento que se inicia no momento no qual os genitores desejam saber previamente qual o sexo do bebê. A partir deste momento, os genitores investirão seus recursos na compra de roupinhas azuis e carrinhos, ou em roupinhas rosas, bonecas e panelinhas. Desde já somos ensinadas a permanecer no espaço privado, cuidando do lar e da família. Devemos falar baixo e pouco, sermos educadas e submissas. Como desenvolver e preservar nossa igualdade e autodeterminação diante de uma educação machista?

No desenvolvimento da nossa vida em sociedade apresentam-se para nós salários mais baixos que os dos homens para trabalhos iguais, déficit de creches, violência doméstica, mercantilização de nossos corpos na mídia, ausência de políticas que garantam a permanência das mulheres mães na escola/universidade, impossibilidade de decidir sobre nosso corpo através do aborto, cerceamento do desenvolvimento de nossa sexualidade reforçado pela Igreja... Todas essas medidas minam nossa autonomia.

Hoje, enfaticamente dentre essas descrições, a proibição do aborto vem a serviço de um processo de criminalização da pobreza, uma vez que são as mulheres mais pobres as afetadas pelos procedimentos abortivos precários, aquelas que não dispõem de renda suficiente para pagar o aborto seguro, oferecido por clinicas caríssimas. São essas mulheres sem acesso ao serviço público de saúde que entram nos trágicos números das pesquisas: o aborto mal feito é a 3ª causa mais freqüente de morte materna no Brasil.


O EMPODERAMENTO DA MULHER É NECESSÁRIO PARA SUA EMANCIPAÇÃO!

Desta forma, para vermos implementado na sociedade um projeto feminista é necessário que nós nos organizemos e nos mobilizemos em torno das nossas bandeiras e reivindicações. E a *Federação Nacional de Estudantes de Direito (FENED)*, entendendo-se como um instrumento de atuação coletiva das/os estudantes de direito organizadas/os em torno da luta pela erradicação das desigualdades vivenciadas em nossa sociedade, deve posicionar-se ao lado das lutas das mulheres, pois não podemos vislumbrar uma nova sociedade sem a superação da condição atribuída à mulher hoje!

Assim, é fundamental a participação da Federação no dia *08 de março*, dia que marca a histórica luta da mulher por sua libertação!

Durante a campanha eleitoral, quando vimos o debate sobre o aborto sob uma perspectiva conservadora, já se demonstrou o desafio que temos à frente. Além disso, o ano já começou com violações às conquistas das mulheres, com ministros do STJ restringindo a aplicação das punições da Lei Maria da Penha, projetos de lei "pró-vida" - que são um retrocesso em termos de autonomia e garantia da saúde da mulher - entre outras.

Dia 08 é dia de nós, mulheres estudantes de direito, a partir de nossas próprias vozes, reforçarmos as pautas feministas perante a sociedade, para que avancemos nas nossas conquistas!

Coordenação de Mulheres da FENED
Twitter: @MulheresFENED
E-mail: mulheres.fened@gmail.com
Sinara Gumieri Vieira


Os centros e diretórios acadêmicos, coletivos e demais entidades interessadas em participar da campanha devem enviar e-mail para mulheres.fened@gmail.com, informando:
1) Nome da entidade, de um/a ou mais responsáveis e contato (e-mails e telefones);
2) Tipo de ações que pretendem promover com temática de gênero, tendo como foco o Dia Internacional de Luta pelos Direitos das Mulheres (sugestões: palestras, atos públicos, debates, intervenções artísticas, participação em mobilizações locais etc.);
3) Endereço com CEP para que possam ser postados os adesivos.

Além disso, as entidades devem se comprometer a enviar, posteriormente, relatos sobre as mobilizações locais para o mesmo endereço de e-mail.
A data limite para envio dos pedidos de adesivos é quarta-feira, 02/03/2011.

Ato contra a lesbofobia na UFRN quinta 12h


Você acredita que alguém deva sofrer violência por demontrar amor?

Você acha justo que a universidade pague muito caro por uma segurança privada que não garante a segurança das/os estudantes ?



Você acha que é correto nas atividades culturais da universidade a reitoria privilegiar uma cultura machista e preconceituosa em detrimento das bandas e grupos artísticos de estudantes da UFRN?

Caso alguma das respostas ou todas seja NÃO, então participe do ato quinta feira, dia 03 de Março ás 12h no Centro de Convivência da UFRN ato contra a lesbofobia e homofobia.

No dia 26 de Fevereiro duas meninas foram agredidas verbalmente e fisicamente dentro do campus da UFRN durante a recepção de calouras e calouros, por estarem se beijando. A reitoria se posicionou em repudio, mas nada foi feito. A intolerância é um elemento de doença social que deve ser tratada e superada.

Então estamos convocando tod@s @s estudantes da UFRN e movimentos sociais para fazer um ato nessa quinta feira às 12h no Centro de Convivência, que iniciará com um BEIJAÇO e depois iremos em caminhada até a reitoria solicitar:

-Uma campanha de publicitária e de formação com toda a comunidade acadêmica contra a lesbofobia e homofobia;
-A construção de um momento para debate sobre a eficiência e eficácia do sistema de segurança contratado pela UFRN, com a toda a comunidade acadêmica;
-Que a reitoria assuma o compromisso político em garantir a valorização da produção artístico e cultural das/os estudantes da UFRN e não financie qualquer tipo de intervenção artística machista e preconceituosa.

Para participar NÃO PRECISA SER LESBICA OU HOMOAFETIV@, basta transformar indignação em AÇÃO... ou melhor em beijAção!

LESBOFOBIA é CRIME!
Homofobia é CRIME!
VIVA A DIVERSIDADE!
Dessa luta não me retiro!


Realização:
Coletivo de Mulheres do DCE/UFRN:
http://feministasufrn.blogspot.com/Grupo Universitário em Defesa da Diversidade e Expressão das Sexualidades: http://guddes.blogspot.com/

terça-feira, 1 de março de 2011

Estudantes do Setor II Protestam Contra a Retirada de Ambulantes

 Na última segunda-feira (28/02), a segurança da UFRN foi acionada mais uma vez para expulsar os ambulantes que vendiam lanches no setor II, o que gerou uma grande manifestação por parte dos estudantes.
                            Juntos os estudantes  protestaram a favor da permanência dos ambulantes e dialogaram com os seguranças a respeito das péssimas condições das cantinas da Universidade.

Depois de uma longa conversa os Estudantes marcaram uma reunião com o diretor  do CCHLA, e vão tentar garantir a permanência dos ambulantes até que a situação seja regularizada.